Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Coreia do Norte nomeia delegados para diálogo com o Sul - Jornal Brasil em Folhas
Coreia do Norte nomeia delegados para diálogo com o Sul


A Coreia do Norte enviou ao Sul sua lista de participantes nas primeiras conversações entre os dois Estados em mais de dois anos, anunciou Seul neste domingo (7).

A reunião está prevista para acontecer na terça-feira (9) e provavelmente se concentrará na participação de atletas norte-coreanos nos Jogos Olímpicos de Inverno, que acontecem no próximo mês na Coreia do Sul.

O encontro intercoreano, o primeiro do tipo desde 2015, acontecerá em Panmunjom, cidade fronteiriça onde foi assinado o cessar-fogo ao final da Guerra da Coreia (1950-1953).

A delegação do Norte será liderada por Ri Son-Gwon, chefe do departamento responsável pelos assuntos intercoreanos, segundo informou o ministério da Unificação da Coreia do Sul.

Ri será acompanhado por quatro autoridades do governo, incluindo os responsáveis ​​pelas questões esportivas, indicou o ministério.

O diálogo acontece após dois anos de aumento da tensão na península, durante os quais a Coreia do Norte realizou três testes nucleares e multiplicou os lançamentos de mísseis.

A Coreia do Norte afirma ter alcançado seu objetivo militar de ser capaz de lançar um ataque nuclear contra o conjunto do território continental americano.

O líder norte-coreano, Kim Jong-Un, advertiu em seu discurso de Ano Novo que mantinha o botão nuclear sempre ao alcance de seus dedos em seu gabinete, mas ao mesmo tempo estendeu a mão ao Sul, ao afirmar que Pyongyang poderia enviar uma equipe aos Jogos de Inverno, que acontecem entre os dias 9 e 25 de fevereiro.

Seul respondeu propondo a realização de discussões de alto nível em Panmunjom no dia 9 de janeiro, pela primeira vez em dois anos.

As duas Coreias restabeleceram posteriormente sua conexão telefônica, suspensa desde 2016.

Em outra demonstração de apaziguamento, os presidentes sul-coreano, Moon Jae-In, e americano, Donald Trump, concordaram em adiar os exercícios militares conjuntos previstos para após os Jogos de Inverno.

Por sua vez, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, comemorou a organização da reunião, mas advertiu que o encontro por si mesmo não ajuda em nada.

Abe defendeu que é necessário maximizar a pressão sobre o regime norte-coreano para forçá-lo a mudar sua política.

Falar por falar é inútil, disse ele em uma entrevista gravada previamente e exibida neste domingo pela rede japonesa NHK.

No que diz respeito aos diálogos Norte/Sul, desejo que haja uma estreita coordenação entre o Japão e a Coreia do Sul e até mesmo entre o Japão, a Coreia do Sul e os Estados Unidos, acrescentou

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212