Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Jun de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Venezuela diz que militares não vão se dobrar após sanções dos EUA - Jornal Brasil em Folhas
Venezuela diz que militares não vão se dobrar após sanções dos EUA


O governo da Venezuela disse que as Forças Armadas nunca se dobrarão diante dos Estados Unidos, após sanções impostas nesta sexta-feira por Washington contra quatro funcionários venezuelanos, todos militares ativos ou da reserva.

A FAMB (Força Armada Nacional Bolivariana) nunca se dobrará diante de qualquer poder estrangeiro e muito menos diante das forças imperialistas e belicistas do governo supremacista de Donald Trump. Exigimos respeito - escreveu o chanceler Jorge Arreaza no Twitter.

Arreaza citou diretamente Heather Nauert, porta-voz do Departamento de Estado americano.

Horas antes, o Departamento de Tesouro dos Estados Unidos sancionou quatro funcionários venezuelanos, Rodolfo Marco Torres, Gerardo Izquierdo Torres, Francisco Rangel Gómez e Fabio Zavarse Pabón, por corrupção ou repressão contra os protestos opositores que deixaram cerca de 125 mortos entre abril e julho passados.

Segundo o anúncio oficial das medidas, os quatro esqueceram a missão profissional republicana das instituições militares venezuelanas.

Trump e seu pitoresco governo devem entender que a Venezuela nunca cederá a chantagens nem ameaças, afirmou Delcy Rodríguez, presidente da Assembleia Constituinte, integrada apenas por chavistas, que rege o país desde agosto como poder absoluto.

Classificada pela oposição como manobra do presidente Nicolás Maduro para estabelecer uma ditadura, a Constituinte não é reconhecida pelos Estados Unidos.

Os sancionados desta sexta-feira se somam a uma ampla lista de funcionários de alto escalão venezuelanos, entre eles, Maduro, contra os quais Washington já aprovou sanções.

O governo de Trump, além disso, proibiu cidadãos e empresas americanos de negociar dívidas emitidas pelo governo venezuelano e sua petroleira estatal PDVSA, em meio a declarações de moratória por pagamentos atrasados de juros e capitais de títulos.

 

Últimas Notícias

Desaprovação a Bolsonaro sobe a 64%. Pior situação é a de Alckmin
PT lança pré-candidatura de Kátia Maria ao Governo de Goiás
Copa chega ao 10º dia com jogo da Alemanha; acompanhe
Trump ameaça sobretaxar carros europeus em 20%
Inadimplência em condomínios abre espaço para venda das dívidas
Dólar sobe mesmo com atuação do BC; Bovespa fecha em alta
Tesouro Direto registra décimo mês seguido de saques
BC anuncia mais injeção de dólares no mercado de câmbio

MAIS NOTICIAS

 

Copa chega ao 10º dia com jogo da Alemanha; acompanhe
 
 
Trump ameaça sobretaxar carros europeus em 20%
 
 
Inadimplência em condomínios abre espaço para venda das dívidas
 
 
Tesouro Direto registra décimo mês seguido de saques
 
 
BC anuncia mais injeção de dólares no mercado de câmbio
 
 
Cade aprova venda de 80% do Walmart Brasil para fundo americano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212