Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Enel firma acordo com UFF para pagamento de dívida de R$ 19,8 milhões - Jornal Brasil em Folhas
Enel firma acordo com UFF para pagamento de dívida de R$ 19,8 milhões


A concessionária de distribuição de energia Enel Distribuição Rio firmou acordo com a Universidade Federal Fluminense (UFF) para pagamento da dívida de R$ 19,8 milhões da instituição universitária, referente a contas de luz vencidas. Em nota divulgada hoje (8), a Enel esclarece que, do total, já recebeu R$ 6,2 milhões da UFF, no final de dezembro passado. O restante da dívida será pago em parcelas a partir deste mês de janeiro.

Cerca de R$ 3 milhões foram pagos com recursos do orçamento da própria universidade, enquanto R$ 2,9 milhões foram repassados via termo de descentralização pelo Ministério da Educação (MEC), de acordo com informação da assessoria de imprensa da UFF.

O reitor da universidade, Sidney Mello, comemorou a religação do fornecimento da energia da reitoria, como parte do acordo assinado, além da energização dos novos prédios do Instituto Biomédico, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, e do Serviço de Psicologia Aplicada, situado em Campos, no norte do estado. Mello disse que o saldo do débito “será parcelado em 24 meses, com base em negociação a ser levada ao MEC.

O reitor lembrou que o Instituto Biomédico, inaugurado em 2014, não estava operando por falta de energia: “Nada melhor do que começar o ano de 2018 com o funcionamento do nosso novo Instituto Biomédico”, comemorou Mello. Ele disse ainda que, ao longo deste mês, os professores já podem começar a planejar a mudança para o novo espaço.

O vice-reitor da UFF, Antonio Claudio da Nóbrega, destacou que o acordo inaugura uma nova fase do relacionamento da instituição com a Enel, que pode avançar “no desenvolvimento de parcerias em torno de projetos sustentáveis, de eficiência energética, visando o bem da UFF e da comunidade em geral”.

O novo Instituto Biomédico está localizado no Valonguinho, região central de Niterói. Com sete andares, o prédio abriga laboratórios, salas de reunião e auditório para atender às atividades de pesquisa de diversos programas de graduação e pós-graduação da UFF em vários campos do conhecimento.

Segundo a UFF, o prédio foi construído com conceito de sustentabilidade, destacando o reaproveitamento de água, descarte de resíduos atendendo a normas de biossegurança, energia com gerador e canalização de gases especiais.

Edição: Denise Griesinger

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212