Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Chuvas causam danos em cidades da região serrana do Rio - Jornal Brasil em Folhas
Chuvas causam danos em cidades da região serrana do Rio


Com as chuvas que atingem a região, a Secretaria de Defesa Civil de Petrópolis, na região serrana do Rio, registrou a queda de uma árvore na Avenida Leopoldina, em Nogueira, no início da noite de domingo (7). A prefeitura requisitou apoio da concessionária de energia elétrica (Enel) para a retirada do material, já que a árvore ficou apoiada em um fio de energia.

A Defesa Civil permanece em estágio de atenção, já que as chuvas continuam em algumas regiões da cidade e há a previsão de mau tempo permanente ao longo do dia. A Defesa Civil pede para a população ter atenção em função dos acumulados de chuva que deixam o solo muito molhado.

Nas últimas 24 horas, o maior índice pluviométrico foi anotado no bairro João Xavier, no Bingen, onde choveu 26 milímetros. No mesmo período, no bairro da Taquara, foram registrados 19 milímetros.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, coronel do Corpo de Bombeiros Paulo Renato Vaz, “os moradores devem ligar para o 199 e informar caso haja alguma ocorrência, que o contingente de 60 agentes permanece de plantão 24 horas por dia para realizar os atendimentos à população”.

Vaz disse ainda que “é fundamental que a população que vive em uma área de risco tenha atenção redobrada, já que existe a previsão de que a chuva continue ao longo do dia. Nossas equipes estão preparadas e de plantão”, disse.

Em Nova Friburgo, também na serra, devido ao temporal do fim de semana, a Secretaria de Obras - em parceria com a Defesa Civil e a Secretaria de Mobilidade Urbana - está atuando de forma integrada para minimizar os efeitos do temporal nos locais mais atingidos.

No distrito de Riograndina, foi isolada uma área onde uma barreira deslizou. O mesmo ocorreu na Estrada do Cardinot, onde também houve um deslizamento de terra, impedindo a circulação de veículos. Nos dois casos, não houve vítimas.

Sirenes podem alertar moradores

A prefeitura alerta os moradores que vivem em áreas de risco que fiquem atentos aos sons das sirenes e que procurem abrigo nos locais previamente indicados pela prefeitura, em casos de chuva intensa. Equipes da Defesa Civil estão de plantão 24 horas para atendimento aos casos de emergência, através do número 199.

Em Teresópolis, não houve chuva significativa nas últimas 10 horas e a Defesa Civil saiu do estágio de atenção para o de vigilância. A prefeitura informou que não houve desabrigados na cidade.

Também não houve necessidade de acionamento das sirenes em regiões de risco e, apesar dos acumulados de chuva terem sido altos, não chegaram a atingir o protocolo de acionamento da Defesa Civil. Houve nove registros de deslizamento de terra e interdição de duas casas, mas sem gravidade.

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Battisti ficará em isolamento por um ano em prisão na Sardenha
CNN Brasil será lançado neste ano
Toffoli nega habeas corpus preventivo para Battisti
ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212