Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 SpaceX garante sucesso no lançamento de satélite, ante boatos de perda - Jornal Brasil em Folhas
SpaceX garante sucesso no lançamento de satélite, ante boatos de perda


O lançamento, no domingo (9), de um satélite-espião do governo dos Estados Unidos transcorreu normalmente, assegurou nesta terça-feira (9) a empresa SpaceX, depois que a imprensa reportou a perda do aparelho.

Depois de examinar todos os dados de voo até agora, o foguete lançador Falcon 9 realizou corretamente todas as manobras na noite de domingo. Se depois de uma análise adicional, nós ou terceiros descobrirmos que não é assim, avisaremos de imediato, anunciou Gwynne Shotwell, diretora-geral da SpaceX, em um comunicado.

As informações publicadas contra esta declaração são categoricamente inexatas, insistiu, acrescentando que devido à natureza secreta da carga, a SpaceX não pode informar mais.

Citando fontes governamentais e industriais não identificadas, o Wall Street Journal escreveu na terça-feira que o satélite Zuma, construído pelo fabricante americano Northrop Grumman, não teria alcançado a órbita prevista porque não se separou corretamente do estágio superior do foguete e caiu novamente na atmosfera.

Segundo o jornal, os membros do Senado e da Câmara de Representantes foram informados da perda deste aparelho de bilhões de dólares.

De acordo com Shotwell, visto que a revisão dos dados do lançamento não deu até este momento nenhum problema de concepção, nem de funcionamento, como tampouco a necessidade de fazer mudanças, não prevemos nenhuma alteração no calendário dos nossos lançamentos.

Vinte e quatro horas depois do lançamento, de Cabo Cañaveral, na Flórida, o Comando Estratégico do Pentágono - que rastreia todos os satélites comerciais, científicos e de segurança nacional, assim como dejetos orbitais - não tinha atualizado seu catálogo com Zuma.

Não temos nada a acrescentar ao catálogo de satélites neste momento, escreveu o capitão da Marinha Brook DeWalt, porta-voz do comando, em e-mail a um veículo americano.

A SpaceX destacou também na terça-feira que os preparativos para o primeiro voo de seu lançador super-pesado, o Falcon Heavy, previsto para o fim de janeiro de Cabo Cañaveral continuavam normalmente.

Equipado com 27 motores que produzem mais força que 18 aeronaves Boeing 747, será o foguete mais potente do mundo e será usado nas missões para a Lua e Marte.

O lançamento de Zuma, no domingo, foi o primeiro do grupo de Elon Musk em 2018, depois de um recorde de 18 em 2017. Está previsto que o aparelho acelere o ritmo em 50% este ano, realizando de 25 a 30 missões.


 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212