Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 França anuncia medidas para reduzir mortalidade nas estradas - Jornal Brasil em Folhas
França anuncia medidas para reduzir mortalidade nas estradas


Impopular, mas necessário. O governo francês anunciou, nesta terça-feira (9), entre outras medidas, a redução do limite de velocidade de 90 km/h para 80 km/h nas estradas secundárias de mão dupla, uma mudança criticada, mas considerada indispensável para reduzir a mortalidade.

Esse limite, um dos mais baixos da Europa, poderia salvar até uma vida por dia, garantiu o primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, que no domingo disse que aceitaria ser impopular se a alteração puder salvar vidas.

Segundo uma pesquisa do Harris Interactive publicada nesta terça, em média seis franceses em cada dez (59%) se opõem à medida.

Dos 28 países da União Europeia, apenas a Suécia tem um limite mais estrito, de 70 km/h, e a Finlândia autoriza como os 80 km/h nas vias não urbanas, fora das rodovias. Na maioria dos países, contudo, o limite costuma ser de 90 km/h.

Outra medida anunciada por Philippe é que a carteira de motorista será retida em caso de infração cometida com um aparelho celular na mão.

O celular ao volante, envolvido em um acidente letal de cada dez em 2016, é um elemento adicional de risco considerável, apontou.

O novo limite de velocidade de 80 km/h nas estradas secundárias de mão dupla sem separação central será aplicado a partir de 1 de julho. Cerca de 400 km de vias serão afetados.

Com isso, o governo francês procura reduzir o número de mortes nas estradas, crescente (foram 3.477 mortos em 2016) após chegar ao seu nível mais baixo em 2013 (3.268).


 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212