Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Deputado constituinte é morto a tiros na Venezuela - Jornal Brasil em Folhas
Deputado constituinte é morto a tiros na Venezuela


Um legislador da governista Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, de 31 anos, foi assassinado nesta quarta-feira (10) a tiros por homens não identificados, um crime atribuído preliminarmente a um acerto de contas político.

O deputado Tomás Lucena viajava em seu carro com a esposa, quando um indivíduo em uma moto se aproximou e efetuou vários disparos na localidade de Valera, no estado de Trujillo, leste da Venezuela, segundo jornais locais.

Lucena, que deixou três filhos, ficou gravemente ferido e foi transferido de emergência a um hospital de Valera, onde morreu pouco depois, segundo as fontes.

Exigimos a mais profunda das investigações e que se ponha o acerto de contas político como principal responsabilidade por este assassinato, denunciou o ministro da Comunicação, Jorge Rodríguez, em mensagem transmitida pela televisão.

Rodríguez disse que cada vez que o povo da Venezuela opta pela paz, a vida e a democracia (...) aparece o acerto de contas político como primeiro plano das opções de um certo setor da política da Venezuela.

Rodríguez referiu-se às negociações entre o governo e seus adversários para tentar resolver a crise sociopolítica do país petroleiro, que serão retomadas na quinta-feira na República Dominicana.

A presidente da Assembleia Constituinte, Delcy Rodríguez, repudiou o assassinato vil e assegurou que os responsáveis pelo crime serão punidos.

Nada deterá a Assembleia Constituinte e sua defesa da Venezuela, acrescentou Rodríguez em sua conta no Twitter, sugerindo a possibilidade de uma motivação política para o crime.

O governador de Trujillo, o governista Henry Rangel, também rechaçou o ocorrido e assegurou que recebeu todo o apoio do presidente Nicolás Maduro para esclarecer os fatos.

Não permitiremos que este crime fique impune, assegurou Rangel no Twitter.

 

Últimas Notícias

Sobe para 399 número de presos por ataques no Ceará
Migrantes desaparecidos em naufrágio no Mediterrâneo já são 114
Aniversário de São Paulo terá programação com diversidade de ritmos
Mais de 600 pessoas levavam gasolina na hora da explosão de oleoduto
Pré-carnaval movimenta foliões nas ruas do Rio
Brasil expressa condolências às famílias das vítimas no México
Marcha das Mulheres reúne milhares pelo mundo
Sem reposição de pessoal, hospitais podem piorar, advertem entidades

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212