Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Trump e Moon propensos ao diálogo com Coreia do Norte - Jornal Brasil em Folhas
Trump e Moon propensos ao diálogo com Coreia do Norte


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está aberto à realização de conversações diretas entre seu país e a Coreia do Norte, informou nesta quarta-feira a Casa Branca, enquanto o líder sul-coreano, Moon Jae-In, aceita manter uma cúpula com seu vizinho.

Durante conversa telefônica com Moon Jae-In, Trump disse estar disposto a discutir com Pyongyang no momento apropriado e sob circunstâncias apropriadas.

No entanto, os dois líderes destacaram a importância de continuar aplicando a máxima pressão à Coreia do Norte por causa de seu programa nuclear, segundo um comunicado da Casa Branca.

Delegados norte-coreanos e sul-coreanos se encontraram na terça-feira, pela primeira vez desde dezembro de 2015, durante uma reunião na qual a Coreia do Norte aceitou enviar uma delegação aos Jogos Olímpicos de Inverno previstos para fevereiro, na cidade sul-coreana de Pyeongchang.

A reunião ocorreu em Panmunjom, cidade onde foi firmado o cessar-fogo da Guerra da Coreia (1950-1953), na zona desmilitarizada (DMZ) que divide a península.

O presidente sul-coreano, que foi eleito em maio com uma mensagem em favor do diálogo com o Norte, voltou a defender a opção diplomática para resolver um dos assuntos mais delicados do mundo.

Já Trump tem mudado seu tom nos últimos dias em relação à Coreia do Norte, com quem manteve um duro confronto pelos programas nuclear e balístico norte-coreanos, e disse nesta quarta-feira que não descarta conversar por telefone com o líder Kim Jong-Un.

O presidente americano também disse a Moon que não haverá ação militar (por parte dos Estados Unidos) durante o diálogo entre as duas Coreias.

- Jogos da paz -

Na terça, ficou acertado que a Coreia do Norte vai enviar atletas e uma delegação de alto escalão aos Jogos de Inverno na Coreia do Sul.

A parte norte-coreana vai enviar uma delegação do Comitê Olímpico Nacional, atletas, torcedores, um grupo de artistas, uma equipe de demonstração de Taekwondo e um serviço de imprensa, anunciaram os dois países em um comunicado conjunto.

Nesta quarta-feira, o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou que a Coreia do Norte e a Coreia do Sul participarão de uma reunião em Lausanne, no dia 20 de janeiro, com os organizadores dos Jogos de Inverno de 2018, para decidir as modalidades da participação norte-coreana.

O primeiro-ministro sul-coreano, Lee Nak-Yon, disse esperar que o Norte envie uma delegação de 400 a 500 pessoas durante os Jogos.

O presidente do COI, Thomas Bach, disse que a decisão de enviar uma delegação norte-coreana aos Jogos de Inverno constitui um grande passo no espírito olímpico.

Seul se esforça para apresentar os Jogos Olímpicos, que vão acontecer a apenas 80 km da zona deslimitarizada, como as Olimpíadas da Paz.

Resta saber se os representantes de ambos os países farão uma entrada conjunta nas cerimônias de abertura e encerramento, como em Sydney em 2000, Atenas em 2004 e Turim em 2006.

No encontro de terça-feira, em Panmunjom, Seul também apelou para a retomada das reuniões familiares, bem como para conversas entre a Cruz Vermelha dos dois países e discussões militares para evitar confrontos acidentais.

Nos últimos dois anos, a situação na península se deteriorou, o Norte conduziu três novos testes nucleares e multiplicou seus disparos de mísseis.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212