Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Atos de pirataria no mar caem a seu menor nível em 22 anos - Jornal Brasil em Folhas
Atos de pirataria no mar caem a seu menor nível em 22 anos


Os ataques de piratas no mar em todo mundo estão em seu nível mais baixo em 22 anos, apesar de terem aumentado nas Filipinas e em certas regiões frente à África ainda representarem um perigo, informou o Birô Marítimo Internacional (IMB).

No total, foram registrados 180 ataques no ano passado, a cifra mais baixa desde 1995, depois dos 191 incidentes de 2016.

A título de exemplo, a Indonésia, o maior arquipélago do mundo no sudeste da Ásia, registrou no ano passado 43 casos em suas águas, menos da metade comparado com os dois anos precedentes.

Em compensação, os ataques aumentaram frente às costas das Filipinas (22 em 2017, 10 em 2016), onde os extremistas islamitas multiplicam os ataques contra barcos.

No Golfo da Guiné, no sudoeste da África, segue sendo o mais perigoso do mundo.

Dos 16 incidentes em todo o planeta, com disparos contra barcos, sete ocorreram nesta região.

Também continuam sendo perigosas as águas diante do litoral da Somália.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212