Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jan de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Datas-chave da batalha judicial de Julian Assange - Jornal Brasil em Folhas
Datas-chave da batalha judicial de Julian Assange


Veja a seguir as datas-chave da saga judicial do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, asilado desde 2012 na embaixada do Equador em Londres e cujo país acaba de lhe conceder a nacionalidade.

- Revelações e ordem de prisão

- 26 de julho de 2010: o site de vazamentos WikiLeaks publica 70 mil documentos militares em colaboração com vários meios da imprensa internacional. No fim de outubro, revela outros 400 mil documentos relativos à guerra do Iraque.

- 18 de novembro: a Suécia emite uma ordem de prisão europeia contra Julian Assange no âmbito de uma investigação sobre supostas agressões sexuais, incluindo um estupro, a duas mulheres suecas. O fundador do WikiLeaks nega os feitos, que se remontam ao mês de agosto, e assegura que as relações com as duas mulheres consentidas.

- 28/29 de novembro: a imprensa mundial começa a publicar parte das 250 mil mensagens diplomáticas americanas reveladas pelo WikiLeaks.

- 7 de dezembro: Assange se entrega à Polícia britânica em Londres. Após permanecer nove dias na prisão, o australiano obtém a liberdade condicional e se instala sob estrito controle judicial na casa de um dos seus amigos no nordeste da Inglaterra.

- 24 de fevereiro de 2011: um tribunal londrino autoriza a extradição de Assange requerida pela Suécia, que será confirmada em apelação em novembro. Assange teme ser extraditado posteriormente aos Estados Unidos, onde, segundo ele, poderia ser condenado à pena de morte pelo vazamento de documentos secretos em seu site.

- Asilo na embaixada do Equador

- 19 de junho de 2012: Assange se refugia na embaixada do Equador em Londres e pede asilo político para evitar a extradição.

- 16 de agosto: o Equador lhe concede o asilo político. O Reino Unido afirma que irá indeferir o salvo-conduto para que possa sair do país.

- 16 de julho de 2014: um tribunal de Estocolmo mantém a ordem de detenção europeia, decisão confirmada em apelação em novembro.

- Recurso na ONU

- 12 de setembro de 2014: Assange apresenta uma denúncia contra a Suécia e o Reino Unido ante o Grupo de Trabalho sobre Detenções Arbitrárias, sob o mandato da ONU, para que examine o seu caso.

- 25 de fevereiro de 2015: o advogado de Assange apresenta um recurso ante a Suprema Corte da Suécia para anular a ordem de prisão. Esta será rejeitada em maio.

- 13 de agosto de 2015: prescrevem três dos supostos crimes sexuais denunciados pelas duas mulheres, mas Assange ainda enfrenta uma investigação por um suposto estupro.

- 21 de janeiro de 2016: a Suécia diz que estuda a possibilidade de aceitar que sejam procuradores equatorianos os que irão interrogar Assange com base em um questionário fornecido por Estocolmo.

- 5 de fevereiro de 2016: o Grupo de Trabalho da ONU pede à Suécia e ao Reino Unido que libertem Assange e o indenizem, ao considerar que está detido arbitrariamente.

- 16 de setembro de 2016: pela oitava vez em seis anos, um tribunal sueco rejeita a ação de Assange e mantém a ordem de prisão europeia.

- Epílogo?

- 14 de novembro de 2016: Assange é finalmente interrogado pela primeira vez pela Justiça. Um procurador equatoriano o interroga durante dois dias na presença de um magistrada sueca.

- 12 de janeiro de 2017: Assange se diz disposto a ser extraditado aos Estados Unidos se Washington libertar Chelsea Manning, condenada por ter transmitido mais de 700 mil documentos confidenciais ao WikiLeaks.

- 17 de maio de 2017: Chelsea Manning sai da prisão após ser indultada pelo então presidente americano Barack Obama.

- 19 de maio de 2017: a Procuradoria sueca que arquiva o caso contra Assange. A Polícia britânica anuncia que se sair irá prendê-lo por ter violado sua liberdade condicional.

- 29 de maio de 2017: o Equador continua oferecendo asilo a Assange em sua embaixada, declara o presidente Lenín Moreno.

- 9 de janeiro de 2018: o Equador anuncia que busca uma mediação para chegar a um acordo com o Reino Unido.

- 11 de janeiro de 2018: Londres anuncia que rejeita dar a Assange o status diplomático, solicitado por Quito. O Equador anuncia a naturalização de Assange.

 

Últimas Notícias

Não será fácil, mas é viável votar a reforma da Previdência em fevereiro, diz Maia
Alerta falso sobre míssil causa confusão no Havaí
Abusos sexuais na Igreja, um estigma que persegue o papa em suas viagens
Irã levanta restrições impostas ao Telegram
Economista do Banco Mundial nega irregularidades em relatório de competitividade sobre o Chile
Caminhonetes e SUVs são destaques no Salão do Automóvel Detroit 2018
Bairro mexicano apela à devoção a santa para combater aluguéis abusivos
Vendas da indústria armamentista dos EUA disparam no 1º do governo Trump

MAIS NOTICIAS

 

Tantas pontuações já não significam nada, afirma premiado chef francês
 
 
Leonardo DiCaprio protagonizará filme de Tarantino sobre Charles Manson
 
 
DiCaprio vai estrelar filme de Tarantino sobre assassinatos de Charles Manson
 
 
Palestinos buscam dar uma resposta a Trump sobre Jerusalém
 
 
Países e organizações indignados com Trump por declarações racistas
 
 
Oliver Stone assina petição para que Lula possa disputar eleição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212