Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Novos presídios vão consolidar modernização do sistema em Goiás - Jornal Brasil em Folhas
Novos presídios vão consolidar modernização do sistema em Goiás


Governo de Goiás - Presídio de Anápolis - Foto Wagnas Cabral 03As unidades prisionais de Formosa e Anápolis serão entregues pelo governador Marconi Perillo, respectivamente, neste e no próximo mês. Elas acompanham o que há de mais moderno em engenharia e arquitetura de presídios no País e vão consolidar a modernização do sistema goiano, que deverá servir de modelo em todo o Brasil.

A robustez das unidades, a alta tecnologia utilizada e o modelo de estrutura obedecem à determinação do governador Marconi para que os novos presídios sejam altamente modernos. Ambos estão com as obras concluídas, faltando apenas alguns retoques e a finalização do aparelhamento.

Em Formosa, mais de R$ 19 milhões foram investidos. O presídio tem seis mil metros quadrados de área edificada, refeitório, sala de aula, pátio de sol, área para atendimento psicológico e espiritual, além de galpões e guaritas de segurança. Ao todo, são 300 novas vagas. A unidade será entregue ainda este mês.

Já em Anápolis, cujo presídio contará com a mesma estrutura do de Formosa, os investimentos também somam R$ 19 milhões, provenientes de parceria entre o governo federal e do Estado, e mais R$ 6,5 milhões em aparelhamento e custeio.

“Os presídios de Formosa e Anápolis e os outros três que estão sendo construídos em Águas Lindas, Novo Gama e Planaltina, que também serão entregues este ano, são robustos e modernos. Juntos, serão responsáveis pela oferta de 1.588 novas vagas”, observa o governador. Atendendo à determinação dele, o Governo do Estado entregará os presídios de Águas Lindas e Novo Gama, em agosto, e o de Planaltina, em novembro.

Números
Governo de Goiás - Presídio de Formosa - Foto 02Nos últimos quatro anos, o governo aumentou em 60,25% os investimentos no sistema prisional. O montante a mais aplicado nesse período foi de R$ 138 milhões. Os recursos foram sendo elevados gradualmente. Em 2014, o Estado investiu R$ 312 milhões nos presídios. Em 2015, os investimentos passaram para R$ 338 milhões. Um ano depois, foram aplicados mais R$ 391 milhões e, em 2017, o volume de recursos destinados aos presídios goianos saltou para R$ 501 milhões.

O aumento do efetivo de agentes prisionais também teve participação significativa no volume de investimentos. Só no último ano, a quantidade de agentes prisionais efetivos saltou de 748 para 1.587 profissionais.

Moderno
De acordo com o gerente de engenharia da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária de Goiás, Marcos Patury, a estrutura das novas unidades prisionais segue o que há de mais moderno no país em engenharia e arquitetura de presídios.

“Temos uma estrutura contemporânea e que é modelo para todos os presídios que estão sendo construídos em Goiás. Aliada ao novo padrão de operação dos complexos, vai permitir aos agentes prisionais maior controle sobre o detento, além de todo tipo de atividade no local”, afirma.

O que os presídios vão oferecer:
- Unidade Básica de Saúde
- Estrutura completa de atendimento médico e psicossocial, com capacidade para internações e pequenas cirurgias.
- Atividade Laboral
- Cada ala terá uma área de 150 metros quadrados para atividades laborais, onde, inclusive, empresas poderão se instalar.
- Educação Básica e Profissionalizante
- Área específica para aulas de ensino regular básico, profissionalizante e de capacitação dos presos.
- Atendimento Jurídico
- As novas unidades também oferecem espaço exclusivo para que advogados façam atendimento de cliente ou escrevam uma petição.
- Local de visitas
- Espaço diferenciado e reservado, coberto, para onde familiares dos detentos serão encaminhados durante o período de visitas.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212