Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Sugestão da Carteira InfoMoney salta 19% em 8 pregões; BTG recomenda compra - Jornal Brasil em Folhas
Sugestão da Carteira InfoMoney salta 19% em 8 pregões; BTG recomenda compra


SÃO PAULO - A Usiminas (USIM5) nunca foi um “caso de amor” para investidores de longo prazo em ações. Além da economia não ajudar o setor siderúrgico, a empresa sofreu um bom tempo com uma dívida bastante, problemas entre os controladores e resultados operacionais preocupantes.

Ainda assim, os papéis foram mantidos na Carteira InfoMoney de janeiro. Segundo Thiago Salomão, responsável pelo portfólio e pelo curso Como Montar uma Carteira de Ações Vencedora, a economia voltou a mostrar reação em 2017 (principalmente em pontos como formação bruta de capital fixo, fator importante para o crescimento sustentável da economia nos próximos trimestres), os preços do aço e do minério voltaram a subir, o endividamento vem sendo “empurrado com a barriga” e os resultados operacionais voltaram a aparecer.

Quem seguiu a sugestão já consegue embolsar lucros. A ação acumula alta de 19% em apenas 8 pregões deste ano e na sessão de quinta-feira (11) saltou 5,4% após a recomendação de compra do BTG Pactual.

Os analistas disseram estar mais otimistas com o setor siderúrgico do que jamais estiveram em anos e ressaltam que os aumentos de preços recentes aumentam a confiança. O preço-alvo para as ações da Usiminas é de R$ 14, valor % acima do último fechamento.

Os estoques de aço chineses estão na mínima em anos, a demanda é resiliente e os preços dos insumos (minério e carvão) continuam aumentando - uma combinação que deve continuar impulsionando os preços de aço no curto prazo. Do ponto de vista estrutural, também há espaço para mais otimismo em relação ao setor - como a China continuando cortando o excesso de capacidade de aço (as taxas operacionais devem superar 80% em 2019) e as exportações de aço de baixo preço estão significativamente reduzidas (queda de 50% dos picos), disseram os analistas em relatório enviado a clientes.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212