Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Na despedida de Isanulfo, governador afirma que Goiás perde um mestre da gestão e do jornalismo - Jornal Brasil em Folhas
Na despedida de Isanulfo, governador afirma que Goiás perde um mestre da gestão e do jornalismo


O governador Marconi Perillo compareceu ao velório e acompanhou o sepultamento do jornalista Isanulfo Cordeiro na tarde deste domingo, dia 14, no Cemitério Memorial Parque. Isanulfo, que morreu na noite de sábado em decorrência de complicações geradas pelo câncer, exercia o cargo de chefe do Gabinete de Gestão de Assuntos Internacionais do Governo do Estado. Antes, fora chefe do Gabinete de Gestão de Imprensa do Governador, durante o terceiro mandato, e Assessor de Imprensa do senador Marconi.

Ao chegar ao cemitério, em entrevista coletiva, o governador reiterou que perdia “um amigo queridíssimo” dele e toda sua família, ao mesmo tempo em que Goiás e o Brasil “perdem um grande profissional da comunicação” e que o Estado de Goiás “perdeu um mestre da gestão”. No início da tarde o governador decretou luto oficial de três dias no Estado.

O governador reafirmou que Isanulfo Cordeiro, além de ter sido um competente secretário de comunicação, também desempenhou com brilhantismo a função de interlocutor internacional do governo do Estado. “Liderou inúmeras missões ao exterior, estreitou o nosso relacionamento com os embaixadores e chefes de Estado de outros países, o que foi imprescindível para a ampliação dos negócios do governo de Goiás com outros governos, principalmente na atração de investimentos e exportação dos nossos produtos. Ele foi um excelente profissional que tivemos em nossa equipe”, declarou.

O vice-governador José Eliton e esposa Fabrina Müller também compareceram ao velório e acompanharam a cerimônia de sepultamento. Jornalistas, secretários e assessores do governo do Estado, familiares, artistas e dezenas de amigos também estiveram no Cemitério Memorial Parque para se despedirem de Isanulfo.

Mais cedo, o governador Marconi Perillo expressou-se sobre o falecimento de Isanulfo Cordeiro por intermédio de nota divulgada pela Gabinete de Imprensa. Nela, dividindo os sentimentos pela perda “do nosso amigo e companheiro de administração” com a primeira-dama Valéria e as filhas Isabella e Ana Luisa, considerou que o jornalismo de Goiás e do Brasil “perdeu um de seus maiores mestres”.

Na nota, considerou que “Isanulfo foi um dos jornalistas mais vibrantes, cultos e atuantes de sua geração, modelo para quem estudou e trabalhou ao seu lado e referência para todos os profissionais da comunicação do Estado que vieram depois dele”.

“Isanulfo – prossegue a nota – foi um dos homens mais educados, gentis e inteligentes que tivemos a oportunidade de conhecer. Amava o jornalismo, a leitura, os idiomas, as artes e a cultura, que absorvia e praticava com o entusiasmo da primeira descoberta; admirava seu país, seu Estado e seu povo, a quem conhecia como poucos; cultivou grandes e eternos amigos, para os quais nunca faltavam tempo e palavras carinhosas; construiu uma linda família, sobre a qual sempre falava com orgulho e emoção”.

Ao lamentar que o jornalista tenha partido ainda jovem, com apenas 66 anos, “com muito ainda a partilhar conosco”, o governador ponderou que “seu exemplo de vida transcende a existência material e continuará nos guiando”. Ao final da nota, deixa as condolências a Beatriz, aos filhos Pedro Ivo, Lorena e Alexandre e aos netos João Pedro, Larissa, Ana Lis, Júlia e Heitor, aos demais familiares, amigos, colegas de profissão e trabalho. “Nos juntamos a todos na corrente de orações pela memória deste grande brasileiro chamado Isanulfo Cordeiro”, finaliza.

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212