Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Supostos membros do ELN sequestram funcionário da Ecopetrol na Colômbia - Jornal Brasil em Folhas
Supostos membros do ELN sequestram funcionário da Ecopetrol na Colômbia


Supostos membros da guerrilha ELN da Colômbia, cujo processo de paz com o governo vive sua pior crise, sequestraram, neste sábado, um funcionário de uma empresa contratada pela petroleira estatal Ecopetrol, em uma região na fronteira com a Venezuela, informou a polícia.

O engenheiro colombiano Rafael Andrés Riaño, de 41 anos, foi raptado no escritório da empresa Ismocol, que presta serviços de arranjos de infraestrutura para a Ecopetrol e fica no município de Saravena, por dois encapuzados com pistolas identificando-se como membros do ELN, indicaram as autoridades em um comunicado.

A Ecopetrol, maior empresa colombiana, criticou o sequestro no Twitter e pediu a libertação imediata do engenheiro, que é também administrador da Ismocol.

O rapto aconteceu horas antes da chegada do secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, à Colômbia para uma visita de dois dias. Ele apoiou as negociações de paz entre o governo de Juan Manuel Santos e o Exército de Liberação Nacional (ELN).

Os diálogos vivem seu pior momento, após o grupo rebelde lançar uma ofensiva na quarta-feira, horas após ser concluída a primeira trégua bilateral em mais de meio século de enfrentamentos.

Desde quarta-feira, quando se iniciaria a quinta rodada de discussões em Quito, o governo responsabilizou a guerrilha de atacar infraestruturas petroleiras, matar dois policiais e um soldado e ferir duas crianças, em diversas ações armadas.

O novo ciclo de negociações deveria ter como eixo uma nova trégua, verificada pela ONU e pela Igreja Católica.

Contudo, após a ofensiva insurgente, Santos consultou seu negociador-chefe, Gustavo Bell, e suspendeu a retomada da trégua, instalada desde fevereiro passado.

Bell afirmou na quinta-feira que o futuro dos diálogos com o ELN, a última guerrilha reconhecida pelo governo, será definido após a reunião deste sábado de Santos com Guterres.

 

Últimas Notícias

Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
Marcha da Consciência Negra pede democracia, direitos e fim do racismo
Bolsonaro diz que vai seguir normas legais para indicação à PGR
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
Conselho de Ética da Câmara arquiva representação contra Laerte Bessa
Reunião do Escola sem Partido é novamente suspensa em comissão mista
Eunício e equipe do futuro governo voltam a discutir cessão onerosa
Brasil encerra o ano com vitória sobre Camarões por 1 a 0

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212