Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Férias escolares exigem atenção redobrada com as crianças - Jornal Brasil em Folhas
Férias escolares exigem atenção redobrada com as crianças


O Hugol (Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira) realizou 9.600 atendimentos de Urgência e Emergência em crianças de até 12 anos incompletos. O hospital assiste as crianças vítimas de traumas de média e alta complexidades, em casos como acidente de trânsito, queda, afogamento, intoxicação e outros, dispondo de atendimento em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica.

A unidade também recebe demanda de queimaduras, que são tratadas por especialistas, contemplando desde procedimentos cirúrgicos durante toda a internação até o acompanhamento pós-alta com curativos e cuidados necessários no ambulatório da unidade e, por vezes, reinternação para complemento de tratamento. Ressalta-se que são pacientes classificados como médios e grandes queimados, que requerem internação prolongada.

De acordo com o supervisor médico da Pediatria do Hugol, Elísio de Castro, “a prevenção é importante, pois as crianças podem ficar com sequelas físicas e cognitivas por toda a vida, dificultando o aprendizado. É importante criar um ambiente seguro, evitando potenciais riscos para a saúde dentro de casa, além de ser essencial o uso dos equipamentos adequados para o transporte nos veículos, possibilitando que, em casos de acidentes, estas tenham uma chance de sobrevida”.

Atenção aos riscos:

Casa
Mesmo em casa existem muitos riscos. Os acidentes também acontecem em nosso lar devido à falsa sensação de segurança. Riscos principais: queda, esmagamento por objetos, choque elétrico, queimadura, engasgamento, corte, asfixia, ingestão de produtos tóxicos ou medicamentos, afogamento, violência doméstica, sufocação e queda de objetos pesados, como televisores, tanques etc.

Rua
Ao sair devemos ficar constantemente alertas. Seja como motoristas, pedestres, passageiros ou ciclistas, é necessário respeitar as leis de trânsito e utilizar os equipamentos de segurança pertinentes (cinto, capacete, cadeirinha etc.). Riscos principais: queda, impacto, atropelamento, agressão física, choque elétrico e violência.

Lazer
A diversão tem que começar e terminar bem. Seja ao visitar o clube, a fazenda, o parque ou o lago, é importante agir de forma segura. Riscos principais: queda (de altura e de animais), esmagamento, corte, impacto, afogamento, choque


 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212