Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Febre amarela: Mutirão de vacinação no estado de São Paulo é antecipado - Jornal Brasil em Folhas
Febre amarela: Mutirão de vacinação no estado de São Paulo é antecipado


SÃO PAULO - A campanha de vacinação contra a febre amarela com dose fracionada será antecipada no estado de São Paulo. A informação foi confirmada pelo governador Geraldo Alckmin na desta terça-feira (16), dia em que a OMS (Organização Mundial da Saúde) passou a considerar todo o estado na lista de áreas de risco para a doença.

“Estamos antecipando uma semana, ao invés de começar dia 3 de fevereiro, vai começar no dia 29 de janeiro e vai até o dia 17 de fevereiro”, disse.

A expectativa é imunizar 8,3 milhões de pessoas no estado de São Paulo, referente ao público-alvo da campanha, sendo que 6,2 milhões receberão a vacina fracionada. Porém, o governo já solicitou mais 1 milhão de vacinas, fora da campanha. “É importante não ter pânico, nem correria, toda a população deverá ser vacinada até o final do ano”, disse o governador.

Segundo o Ministério da Saúde, os estados da Bahia e do Rio de Janeiro também participarão do mutirão entre os dias 19 de fevereiro e 9 de março, quando devem vacinar 3,3 milhões e 10 milhões de pessoas, respectivamente.

Alckmin lembrou que o Estado não registra nenhum caso de febre amarela urbana desde 1942. Os últimos casos anunciados são de febre amarela silvestre.

Dose fracionada Atualmente, o Ministério da Saúde utiliza a dose padrão da vacina de febre amarela, com 0,5 ml. Já para a dose fracionada são aplicados 0,1 ml, o que representa um quinto da dose padrão. Um frasco com 5 doses da vacina de febre amarela, por exemplo, pode vacinar 25 pessoas e um frasco com 10 doses pode vacinar 50 pessoas.

Estudo recente realizado por Bio-Manguinhos/Fiocruz aponta a presença de anticorpos contra febre amarela, após 8 anos, na dose fracionada, semelhante ao observado com a dose padrão neste mesmo período. Estudos em andamento continuarão a avaliar a proteção posterior a esse período.

Dessa forma, os resultados científicos dão suporte ao uso de doses fracionadas da vacina de febre amarela. A estratégia já foi utilizada anteriormente no controle da epidemia na República Democrática do Congo pela OMS, que utilizou um quinto da dose padrão da vacina de febre amarela de Bio-Manguinhos/Fiocruz. Na ocasião, 7,8 milhões de pessoas foram vacinadas em 15 dias.

Vai viajar? Mais de 30 países hoje já exigem que os turistas brasileiros estejam vacinados contra a febre amarela para entrarem no país. Entre eles estão a Austrália, Bolívia, Chile, Cuba e China. O documento que comprova a vacinação em outros países é o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), que deve ser emitido por postos de saúde autorizados.

O problema, entretanto, é que o CIVP, seguindo normas da Anvisa, pode ser emitido somente para os brasileiros que tomarem a dose padrão da vacina, de 0,5 ml – a fracionada, que será aplicada nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, é de 0,1 ml.

Se você tem uma viagem marcada e ainda não foi vacinado contra a febre amarela, é preciso ser vacinado com a dose padrão – e, para que isso seja possível, os viajantes deverão comparecer a um posto de vacinação (confira a lista aqui) e apresentar algum comprovante da viagem, como a compra de passagens aéreas.

É importante se atentar que o período de imunização é de 10 dias a 6 semanas após a vacinação contra a febre amarela. Portanto, o ideal é tomar a vacina com essa antecedência da data da viagem para não correr riscos de não entrar no país de destino.

Caso já esteja vacinado contra a febre amarela, mas ainda não emitiu seu CIVP, confira neste link quais são os locais de cada estado do país que podem emiti-lo.

 

Últimas Notícias

Furto de combustível causou explosão que matou ao menos 66 pessoas
Sobe para 399 número de presos por ataques no Ceará
Migrantes desaparecidos em naufrágio no Mediterrâneo já são 114
Aniversário de São Paulo terá programação com diversidade de ritmos
Mais de 600 pessoas levavam gasolina na hora da explosão de oleoduto
Pré-carnaval movimenta foliões nas ruas do Rio
Brasil expressa condolências às famílias das vítimas no México
Marcha das Mulheres reúne milhares pelo mundo

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212