Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Repasse de recursos da Educação, Cultura e Esporte será por cartão magnético - Jornal Brasil em Folhas
Repasse de recursos da Educação, Cultura e Esporte será por cartão magnético


O superintendente Executivo da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, Ivo Cézar Vilela, recebeu nesta sexta-feira, dia 19, o gerente de Relacionamento do Banco do Brasil (BB), Mike Francisco Barria Rodrigues, para discutirem a implantação do cartão magnético nos programas Merenda Escolar, Salário Educação e Pró-Escola.

Com validade de 72 meses, o cartão poderá ser empregado no pagamento de bens e serviços, incluindo reforma e manutenção das escolas, e saques realizados em nome dos conselhos escolares. Os recursos são destinados pelo Tesouro Estadual.

Mike Rodrigues destacou que a novidade vai facilitar o trabalho de gestão das escolas e garantir maior transparência na prestação de contas, tornando o processo mais eficiente e com maior transparência. Segundo ele, o sistema já foi implantado com sucesso no Espírito Santo e depois no Distrito Federal e Goiás.

Inicialmente o serviço estará disponível para cerca de 600 instituições de ensino e à medida em que as escolas da rede pública estadual fecharem a prestação de contas de 2017 poderão aderir ao novo modelo.

Ivo Cézar Vilela destaca que o cartão representa economia por dois motivos: não terá nenhum custo de manutenção e possibilitará um controle mais rigoroso nos gastos dos recursos destinados pelo Governo de Goiás à educação. “Com esse novo sistema vamos não apenas facilitar a prestação de contas, como também garantir mais agilidade nos repasses e maior segurança e transparência em todo o processo. E quando o assunto é dinheiro público, quanto mais transparência, mais economia”.

Cultura e esporte
O superintendente executivo disse também que, a pedido da secretária Raquel Teixeira, a Seduce avalia a possibilidade de ampliar o sistema para alguns programas executados nas áreas de cultura e esporte, como o Fundo de Arte e Cultura (FAC), Pró-Esporte e Pró-Atleta. Para o representante do Banco do Brasil, Mike Rodrigues, a viabilidade da proposta é de 100%. Basta apenas que os detalhes sejam acertados com a Secretaria.

A reunião contou com as presenças da gerente da Merenda Escolar, Fátima Vauldimar; chefe de Núcleo de Apoio às Regionais, Zenilde Maria Teixeira; e superintendente de Gestão, Planejamento e Finanças, Rivael Aguiar Pereira.

 

Últimas Notícias

Premiação tem projeto de escola goiana entre os vencedores da etapa regional
Marlúcio Pereira propõe isenção de taxas para templos de cultos religiosos
Brasil tem mais de 2,5 milhões de professores
Polícia Ambiental busca jiboia desaparecida em prédio de Brasília
Justiça de Goiás bloqueia bens de Marconi Perillo e de ex-secretário
Partidos lançam frente de apoio à candidatura de Haddad
Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro
Polícia descobre autora de tratamento estético que matou mulher no Rio

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212