Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Pegou empréstimo e encontrou taxa melhor? Saiba como mudar a dívida de um banco para outro - Jornal Brasil em Folhas
Pegou empréstimo e encontrou taxa melhor? Saiba como mudar a dívida de um banco para outro


SÃO PAULO - Com os cortes na Selic, a chamada portabilidade de crédito - troca de uma dívida em um banco para outro com taxa menor - vem se popularizando entre os devedores. De janeiro a novembro de 2017, o número de pessoas que transferiram suas dívidas saltou 63%, segundo dados do Banco Central, que regulamenta essa operação.

Veja como fazer a portabilidade:

1 – Tenha todas as informações sobre o contrato original Para fazer a portabilidade, você precisa ter em mãos todas as informações sobre a sua dívida. Antes de pedir essa migração, saiba exatamente quanto é o saldo devedor, o número de parcelas que ainda faltam pagar e a taxa de juros. A instituição onde você fez o empréstimo original tem todos esses dados.

2 - Negocie Com as informações em mãos, vá à nova instituição e negocie as condições da nova operação. O dinheiro, crédito ou empréstimo obtido nesse novo banco será usado para quitar o saldo devedor da operação antiga.

3 – Como funciona a portabilidade de crédito A nova instituição financeira faz uma transferência eletrônica para o banco antigo e quita a dívida antecipadamente. O custo desta operação não pode ser repassado para o cliente.

4 – Há alguma limitação? Para pessoas físicas há algumas regras. O valor da nova operação não pode ser maior que o saldo devedor no banco antigo e o prazo da nova operação também não pode ser superior que o da operação anterior.

5 – Não troque gato por lebre Ao fazer a portabilidade, peça o Custo Efetivo Total (CET) na instituição nova e na instituição antiga. O CET diz exatamente quanto você pagará por toda a operação. Isso facilita comparar e avaliar se vale a pena fazer a portabilidade. Não esqueça de avaliar as condições do novo contrato: número de prestações, taxas de juros e tarifas.

6 – O que diz o Banco Central Com a regulamentação da transferência da operação de crédito, aumenta a concorrência entre as empresas, o que reduz a taxa de juros paga pelos clientes, afirma a chefe-adjunta no Departamento de Regulação do Sistema Financeiro do Banco Central, Paula Ester Farias de Leitão.

O que fazer se a instituição se recusar a prestar informações? A instituição financeira que originalmente realizou a operação de crédito deve obrigatoriamente informar ao cliente o valor do saldo devedor para quitação antecipada, sempre que for solicitado.

A instituição também deve prestar os esclarecimentos solicitados pelo cliente e fornecer-lhe planilha de cálculo que possibilite a conferência da evolução da dívida, de acordo com as regras previstas no contrato. É obrigação da instituição fornecer ao cliente cópia do contrato, no momento da formalização da operação, assim como posteriormente, mediante solicitação.

As instituições financeiras devem fornecer aos clientes em até 1 dia útil, contado a partir da data da solicitação, as seguintes informações relativas às suas operações de crédito: número do contrato; saldo devedor atualizado; demonstrativo da evolução do saldo devedor; modalidade; taxa de juros anual, nominal e efetiva; prazo total e remanescente; sistema de pagamento; valor de cada prestação, especificando o valor do principal e dos encargos; e data do último vencimento da operação.

Caso a instituição não preste as informações requeridas para a realização da portabilidade, é possível recorrer à ouvidoria da instituição financeira.

 

Últimas Notícias

Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Battisti ficará em isolamento por um ano em prisão na Sardenha
CNN Brasil será lançado neste ano
Toffoli nega habeas corpus preventivo para Battisti
ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212