Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Banda de mulheres demole estereótipos de gênero e casta em área rural da Índia - Jornal Brasil em Folhas
Banda de mulheres demole estereótipos de gênero e casta em área rural da Índia


MUMBAI, Índia (Thomson Reuters Foundation) - Uma banda formada só por mulheres está demolindo estereótipos de gênero e casta numa vila no Estado de Bihar, no leste da Índia, um dos mais pobres e menos desenvolvidos do país.

A Banda Sargam Mahila na vila de Dhibra, perto da capital do Estado, Patna, foi formada há cerca de dois anos por Sudha Varghese, que coordena uma organização em prol das mulheres. Depois de seis meses de ensaio, elas estavam prontas.

Inicialmente, a banda de dez integrantes foi ridicularizada por familiares e vizinhos, mas elas não desanimaram, disse Sabita Devi, uma das integrantes.

“As pessoas costumavam rir de nós, mas por que as mulheres devem ficar sentadas em casa?”, indagou ela. “Hoje em dia as mulheres estão pilotando aviões. Por que não podemos estar numa banda?”

Não demorou muito para que o grupo de percussão chamasse a atenção da comunidade, segundo Sudha Varghese, que comanda a organização Nari Gunjan.

“Essas mulheres são mahadalit, as mais marginalizadas entre os dalit. Para elas serem chamadas para casamentos e eventos e tocarem em público é algo muito significativo”, afirmou ela a Thomson Reuters Foundation.

As mulheres costumavam trabalhar nos campos, e ganhar a vida tocando música lhes proporcionou “independência e dignidade”, declarou Sudha Varghese, uma freira católica que trabalha com mulheres da casta dalit há décadas.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212