Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Goiás na Frente repassa R$ 23,38 milhões para obras em 71 municípíos - Jornal Brasil em Folhas
Goiás na Frente repassa R$ 23,38 milhões para obras em 71 municípíos


Marconi Perillo - Repasse de Recursos - Goiás na Frente - 71 Prefeitos - Foto Mantovani Fernandes 03O governador Marconi Perillo repassou, na tarde de hoje, R$ 23,38 milhões a 71 prefeituras goianas, referentes às parcelas dos convênios do programa Goiás na Frente. Com o dinheiro depositado na conta de mais 71 prefeituras, já são 150 municípios com convênios quitados pelo programa.

“O Goiás na Frente é uma forma de ajudar os prefeitos a superarem a crise econômica”, afirmou o governador. Ele ressaltou que o Governo de Goiás, que efetua os pagamentos dos convênios por meio da Secretaria de Governo, só não executou mais pagamentos porque depende das prefeituras entregarem as certidões exigidas por lei para aportarem os recursos.

“Determinei a minha equipe que efetuasse hoje o restante de todas as parcelas para que as prefeituras, aptas a receber, tenham todos os seus convênios quitados. Tudo o que chegar à Secretaria de Governo vai ser pago instantaneamente. Basta que as certidões estejam em dia”, reiterou.

Agilidade
Secretário de Governo, Tayrone Di Martino ressaltou que a pasta tem priorizado a agilidade na execução dos convênios. “Mesmo quando a prefeitura tem problema de documentação, nos esforçamos o máximo para auxiliar, apontar o que deve ser feito. Nunca um governador ajudou mais os municípios com repasse de recursos na história desse Estado, e nem proporcionalmente na história do País”, observou. Os recursos são lastreados em 82 contratos firmados entre o Governo de Goiás e as 71 prefeituras – algumas firmaram mais de um convênio.

O vice-governador José Eliton, coordenador do Goiás na Frente, afirmou que o Estado mostrou que o Brasil tem jeito. Que é possível administrar com responsabilidade, realizar ajustes e ajudar os municípios. “O País tem jeito. Assimilem a realidade do Estado de Goiás. Com ajuste fiscal sólido, conseguimos ajudar os prefeitos. As portas do Palácio estarão sempre abertas para os prefeitos”, frisou.

As prefeituras de Águas Lindas e Valparaíso de Goiás receberam hoje os maiores aportes de recursos, de R$ 2.883.732, 86 e R$ 1.520.000.00, respectivamente. Vice-prefeito de Águas Lindas, Luiz Alberto Jiribita agradeceu pelo recurso, que vai garantir asfaltamento de oito bairros. “Agradeço muito por essa ajuda que o governador está dando para o nosso município, para o nosso povo. É do conhecimento do governador a necessidade que temos de asfaltar todos os setores. Todo esse recurso será utilizado para asfaltarmos oito bairros”, detalhou.

O prefeito de Valparaíso, Pábio Mossoró, também vai utilizar os recursos para obras de asfaltamento. “Quero agradecer muito por esse benefício, e a partir de março vamos começar a implantar o asfalto novo e o recapeamento da cidade de Valparaíso”, informou.

Gestores municipais
Presente no evento de repasse de R$ 23,38 milhões a 71 prefeituras goianas, provenientes de parcelas dos convênios do programa Goiás na Frente, o presidente da Associação Goiana dos Municípios (AGM), Paulo Sérgio de Rezende, afirmou que, por onde anda, percebe a gratidão dos gestores pelo governador Marconi Perillo, que tem ajudado a todas as prefeituras, independentemente de partido ou tamanho do município. “É notória a felicidade dos prefeitos”, disse.

Paulo, que é prefeito de Hidrolândia, agradeceu em nome de todos os gestores municipais, e ressaltou: “Sem a ajuda do senhor, essas obras não seriam realizadas. Agora estamos vendo os prefeitos tirarem do papel, realizarem seus sonhos e os da população que representam”. Com o dinheiro depositado na conta de mais 71 prefeituras, já são 150 cidades com convênios quitados pelo programa. “O Goiás na Frente é uma forma de ajudar os prefeitos a superarem a crise econômica”, afirmou o governador.

Marconi ressaltou que o Governo de Goiás, que efetua os pagamentos dos convênios por meio da Secretaria de Governo, só não executou mais pagamentos porque depende das prefeituras entregarem as certidões exigidas por lei para aportarem os recursos. “Determinei a minha equipe que efetuasse hoje o restante de todas as parcelas para as prefeituras que estão aptas a receber terem todos os seus convênios quitados. Tudo o que chegar à Secretaria de Governo vai ser pago instantaneamente. Basta que as certidões estejam em dia”, reiterou.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212