Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 As 30 empresas que pagarão mais dividendos em 2018 - Jornal Brasil em Folhas
As 30 empresas que pagarão mais dividendos em 2018


SÃO PAULO - Quem investe no longo prazo em ações muitas vezes escolhe ativos que pagam dividendos elevados para garantir o pé de meia ao longo dos anos. Mas como funciona o pagamento de dividendos?

Também chamados de proventos, os dividendos são depositados automaticamente na conta do investidor. A empresa anuncia o pagamento via Aviso aos Acionistas com a divulgação (i) do valor por ação a ser pago, (ii) do período a que o pagamento se refere, e (iii) a data a partir da qual a ação será negociada sem os proventos, ou “ex-dividendos”.

É importante ressaltar que o fato da ação negociar a um preço mais baixo após o pagamento de proventos não significa que o papel “desvalorizou”.

Veja um exemplo prático: Se uma ação está sendo negociada a R$ 10 e distribuirá proventos de R$ 1 por ação, no dia em que a ação passar a ser negociada ex-direito, o preço será de R$ 9/ação. O R$ 1/ação terá sido creditado na conta corrente do investidor e, portanto, o capital total do investidor continua sendo R$ 10.

Se a ação não se valorizar, o investidor terá o mesmo capital total. Vale destacar que a data ex-dividendos e o pagamento (crédito dos recursos) costumam não coincidir.

A data do pagamento em conta não possui uma regra definida, contudo, costuma ocorrer alguns dias depois do anúncio ou da data ex-dividendos.

Veja as empresas que devem pagar mais dividendos em 2018, segundo levantamento da Bloomberg e da XP Investimentos*:

Empresa

Código

Dividend Yield Estimado para 2018

Dividendo por ação

1

Copel

CPLE6

10,3%

R$ 2,37

2

Taesa

TAEE11

9,9%

R$ 2,03

3

Cemig

CMIG4

6,8%

R$ 0,46

4

Engie Brasil

EGIE3

6,8%

R$ 2,41

5

Eletrobras (PN)

ELET6

6,6%

R$ 1,35

6

Smiles

SMLS3

6,6%

R$ 5,28

7

Sanepar

SAPR11

6,4%

R$ 3,56

8

Vivo

VIVT4

5,8%

R$ 2,91

9

MRV

MRVE3

5,4%

R$ 0,85

10

Energias do Brasil

ENBR3

5,4%

R$ 0,73

11

BB Seguridade

BBSE3

5,3%

R$ 1,63

12

Gerdau Metalúrgica

GOAU4

5,3%

R$ 0,36

13

Santander Brasil

SANB11

5,3%

R$ 1,72

14

Itaú Unibanco

ITUB4

5%

R$ 2,34

15

Itaúsa

ITSA4

5%

R$ 0,59

16

CCR

CCRO3

4,9%

R$ 0,79

17

Eletrobras

ELET3

4,8%

R$ 0,83

18

Bradespar

BRAP4

4,6%

R$ 1,47

19

CPFL

CPFE3

4,6%

R$ 0,94

20

Qualicorp

QUAL3

4,4%

R$ 1,39

21

Cielo

CIEL3

4,3%

R$ 1,09

22

Kroton

KROT3

4,2%

R$ 0,72

23

Cosan

CSAN3

4,2%

R$ 1,74

24

Ecorodovias

ECOR3

3,9%

R$ 0,49

25

Braskem

BRKM5

3,8%

R$ 1,84

26

Petrobras

PETR4

3,7%

R$ 0,67

27

Ambev

ABEV3

3,6%

R$ 0,79

28

Klabin

KLBN11

3,6%

R$ 0,60

29

Banco do Brasil

BBAS3

3,5%

R$ 1,22

30

Bradesco

BBDC4

3,4%

R$ 1,23

Fonte: Bloomberg e XP Investimentos

O dividend yield, ou retorno de dividendos, mostra o quanto o valor pago representa em relação ao preço da ação. Ele é indicador calculado em duas etapas.

Inicialmente, são acumulados todos os proventos pagos em um determinado período, sendo mais comum os últimos 12 meses. Por exemplo, se nos últimos 12 meses a empresa pagou dividendos de R$ 1 por ação e juros sobre o capital próprio de R$ 1,50, o acumulado é de R$ 2,50 por ação.

A segunda etapa consiste em comparar o que este valor representa em relação ao valor da ação. Se o papel está sendo negociado a R$ 25, o retorno de dividendos é de 10%, ou seja, os R$ 2,50 pagos em proventos nos últimos 12 meses divididos pelo valor da ação (R$ 25). Deste modo, pode ser avaliado o quanto, em termos relativos, a ação rendeu em proventos para seus acionistas.

*As estimativas para 2018 foram coletadas da Bloomberg, e a XP restringiu a amostra a ações que compõem o Ibovespa. Vale ressaltar que o dividend yield muda de acordo com o preço das ações e que sofrerá mudanças ao longo do ano. O dado de yield usado na tabela se refere ao dia 17 de janeiro.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212