Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governador do Ceará anuncia força-tarefa para investigar chacina de Cajazeiras - Jornal Brasil em Folhas
Governador do Ceará anuncia força-tarefa para investigar chacina de Cajazeiras


O governador do Ceará, Camilo Santana, vai montar uma força-tarefa para investigar a chacina ocorrida na madrugada de ontem (27) no bairro Cajazeiras, em Fortaleza. Com 14 mortes confirmadas, esta foi a maior chacina registrada no estado.

A força-tarefa será tema de reunião convocada para 11h, no horário local, em Fortaleza. Participarão, além do governador, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do estado, André Costa, e representantes da Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia Forense, do Ministério Público e Judiciário.

De acordo com a Secretária de Segurança Pública, o fato ocorreu em uma casa de eventos, conhecida por Forró do Gago, na Rua Madre Tereza de Calcutá. Homens armados desembarcaram de veículos e atiraram contra as pessoas que estavan no estabelecimento.

Em seguida, fugiram. Foram confirmados 14 óbitos no local, sendo oito vítimas do sexo feminino e seis do sexo masculino.

Pelas redes sociais, o governador Camilo Santana referiu-se à chacina como “ato selvagem e inaceitável”. No texto, ele afirmiou que convocou imediatamente o secretário André Costa e a cúpula da Secretaria de Segurança, determinando rigor absoluto nas investigações e busca incessante dos criminosos.

Santana quer que todos os envolvidos sejam identificados e presos o mais rápido possível. Não aceitaremos de forma alguma que esse tipo barbárie fique impune. Confio na nossa polícia e tenho absoluta convicção de que uma resposta será dada muito em breve”, afirmou o governador.

Ontem, uma pessoa foi presa, suspeita de participação nas mortes, e um fuzil foi apreendido. Outras pessoas já foram identificadas. A polícia trabalha para prender os suspeitos, auxiliada por outros órgãos públicos.

Edição: Armando Cardoso

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212