Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governador do Ceará anuncia força-tarefa para investigar chacina de Cajazeiras - Jornal Brasil em Folhas
Governador do Ceará anuncia força-tarefa para investigar chacina de Cajazeiras


O governador do Ceará, Camilo Santana, vai montar uma força-tarefa para investigar a chacina ocorrida na madrugada de ontem (27) no bairro Cajazeiras, em Fortaleza. Com 14 mortes confirmadas, esta foi a maior chacina registrada no estado.

A força-tarefa será tema de reunião convocada para 11h, no horário local, em Fortaleza. Participarão, além do governador, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do estado, André Costa, e representantes da Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia Forense, do Ministério Público e Judiciário.

De acordo com a Secretária de Segurança Pública, o fato ocorreu em uma casa de eventos, conhecida por Forró do Gago, na Rua Madre Tereza de Calcutá. Homens armados desembarcaram de veículos e atiraram contra as pessoas que estavan no estabelecimento.

Em seguida, fugiram. Foram confirmados 14 óbitos no local, sendo oito vítimas do sexo feminino e seis do sexo masculino.

Pelas redes sociais, o governador Camilo Santana referiu-se à chacina como “ato selvagem e inaceitável”. No texto, ele afirmiou que convocou imediatamente o secretário André Costa e a cúpula da Secretaria de Segurança, determinando rigor absoluto nas investigações e busca incessante dos criminosos.

Santana quer que todos os envolvidos sejam identificados e presos o mais rápido possível. Não aceitaremos de forma alguma que esse tipo barbárie fique impune. Confio na nossa polícia e tenho absoluta convicção de que uma resposta será dada muito em breve”, afirmou o governador.

Ontem, uma pessoa foi presa, suspeita de participação nas mortes, e um fuzil foi apreendido. Outras pessoas já foram identificadas. A polícia trabalha para prender os suspeitos, auxiliada por outros órgãos públicos.

Edição: Armando Cardoso

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212