Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 BID anuncia financiamento de R$ 617 milhões para controle de pragas e de doenças - Jornal Brasil em Folhas
BID anuncia financiamento de R$ 617 milhões para controle de pragas e de doenças


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento receberá um aporte de US$ 195 milhões (aproximadamente R$ 617 milhões) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para ações de defesa agropecuária no país. Pelo acordo, celebrado nesta segunda-feira (29) em Brasília, o governo brasileiro se compromete com um valor adicional de US$ 5 milhões, totalizando US$ 200 milhões em investimentos.

A maior parte do financiamento (US$ 160 milhões) será usada para o controle e erradicação de pragas vegetais e de doenças de animais (como febre aftosa), além do fortalecimento das ações de fiscalização e defesa agropecuária feitas pelo ministério.

Outra parte dos recursos (US$ 35 milhões) será aplicada na melhoria do Sistema Brasileiro de Vigilância e Emergências Veterinárias (Sisbravet), implantação do Parque Tecnológico em Defesa Agropecuária, vinculado ao Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro) de Pedro Leopoldo, em Minas Gerais, e do Centro Regional de Avaliação de Risco. Os US$ 5 milhões de contrapartida do governo brasileiro serão direcionados a gastos com equipamentos e infraestrutura.

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Luis Rangel, informou que os recursos serão liberados de forma parcelada e condicionada ao cumprimento das metas. “A novidade é o fato de ser feito como contraprestação de serviço. Apresenta-se um programa, criam-se indicadores submetidos ao financiador, demonstram-se avanços para, então, receber as parcelas restantes”.

Segundo o secretário, o BID tem esse conceito, “que garantiu um salto em países como Peru e México, do ponto de vista da defesa”. De acordo com a assessoria do ministério, os recursos deverão ser liberados ao longo dos próximos três anos.

O desembolso inicial do BID será até 15% do total. O cronograma e os detalhes sobre o financiamento e início do repasse serão definidos por técnicos do banco e do ministério ao longo desta semana.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212