Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Delegações chegam a Sochi para negociar a paz na Síria - Jornal Brasil em Folhas
Delegações chegam a Sochi para negociar a paz na Síria


As delegações chegavam nesta segunda-feira à estação balneária russa de Sochi, na véspera de uma reunião de paz sobre a Síria, com ambições claramente reduzidas pela ausência dos principais opositores ao regime do presidente sírio Bashar al-Assad.

O emissário especial da ONU, Staffan de Mistura, encontrou, ao chegar, cartazes gigantes desejando paz ao povo sírio.

Mas o Comitê de Negociações Sírias (CNS), que representa os principais grupos de oposição, e os curdos se negaram a participar, o que põe em dúvida a esperança de se obter um avanço concreto em Sochi.

Este novo episódio nas negociações parece confirmar, dias depois do fracasso das conversações em Viena promovidas pela ONU, a impossibilidade de alcançar uma solução política para este conflito que já deixou mais de 340.000 mortos desde 2011.

Rússia, padrinho desta reunião junto ao Irã e a Turquia, anunciou ter convidado mais de 1.600 pessoas, mas que espera a chegada de apenas 350.

Moscou, aliado político e militar de Assad, organiza o congresso do diálogo nacional sírio, que visa a reunir os representantes do governo e dos rebeldes para definir uma nova Constituição para o país.

Depois do fracasso em Viena, Nasr Hariri, chefe das negociações do CNS, anunciou que nenhum de seus emissários iria a Sochi.

Mais de 30 grupos rebeldes sírios também declinaram o convite russo.

Estas recusas são testemunhas de que é pouco provável que haja avanços imediatos para uma solução política na Síria, admitiu o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov.

A diplomacia russa, que promoveu o ciclo de negociações de Astana, já havia tentado organizar, em novembro, conversações entre o regime e os rebeldes sírios em Sochi, mas o projeto foi classificado como uma piada de mau gosto pela oposição síria.

As potências ocidentais se mostraram céticas em relação a esta nova iniciativa e temem que enfraqueça as discussões promovidas pela ONU em Genebra e que vise a obter um acordo de paz vantajoso para o regime de Damasco.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, enviou, no entanto, Staffan de Mistura, afirmando que Moscou assegurou que o encontro de Sochi é uma contribuição às negociações de Genebra.

O chanceler russo, Serguei Lavrov, participará representando Moscou.

As ausências são o testemunho de que é pouco provável que haja avanços imediatos sobre uma solução para a Síria, admitiu o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov.

A Rússia se converteu num dos atores inevitáveis do conflito na Síria desde que lançou, em setembro de 2015, uma campanha militar em apoio a Assad.

Ajudou o regime a retomar a maioria dos territórios conquistados pelo grupo Estado Islâmico (EI) e a enfraquecer grupos rebeldes.

 

Últimas Notícias

Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212