Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Recomendação da Carteira InfoMoney salta mais de 7% em 2 dias - Jornal Brasil em Folhas
Recomendação da Carteira InfoMoney salta mais de 7% em 2 dias


SÃO PAULO - Depois de fechar o pregão de segunda-feira (29) com alta de 5,2% - antes da divulgação do balanço do quarto trimestre de 2017 -, as ações da Fibria (FIBR3) seguem seu ritmo de valorização e sobem mais de 2% na tarde desta terça-feira (30) com os números positivos apresentados na noite anterior e com rumores de que a Paper Excellence estuda fazer uma proposta pela empresa.

O ativo compõe a Carteira Recomendada InfoMoney, com 7,9% de participação, e já acumula ganhos de 18,3% em 2018. Na divulgação da carteira de janeiro, no início do mês, Thiago Salomão, responsável pelo curso Como Montar uma Carteira de Ações Vencedora, afirmou que a empresa está passando por uma “tempestade perfeita”, só que positiva.

Ele destacou que a demanda mundial de celulose deve seguir crescendo a uma taxa entre 1,5 milhão a 2 milhões de toneladas por ano ao passo que do lado da oferta a ausência de qualquer grande projeto não trará mais produto para o mercado.

Soma-se a isso os ótimos resultados iniciais de Horizonte 2, a suspensão de licenças de produções na Indonésia e o hedge natural da empresa para momentos de estresse no mercado (por ser puramente exportadora, a alta do dólar entra na veia no resultado dela) e temos uma ótima opção de investimento neste momento ressaltou Salomão.

Segundo o analista, mesmo com a forte alta de 50% em 2017, a empresa ainda pode ter espaço para valorização se o dólar seguir apreciado e o preço da celulose sofrer revisões para cima nos modelos dos analistas.

É uma proteção importantíssima para um portfólio diversificado em um 2018 em que esperamos volatilidade por conta das eleições, destacou.

Início de ano com pé direito Inaugurando a temporada de resultados do quatro trimestre, a empresa divulgou que sua receita líquida foi de R$ 4,05 bilhões no período, enquanto os analistas esperavam por R$ 3,93 bilhões. O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 1,98 bilhão, também acima do patamar de R$ 1,87 bilhão projetado pelo mercado. O lucro líquido foi de R$ 280 milhões entre setembro e dezembro do ano passado.

Em coluna do jornal O Globo, Lauro Jardim informou que a Paper Excellence estuda fazer uma proposta pela empresa. O Valor Econômico publicou que a Eldorado Brasil, produtora de celulose de eucalipto da J&F Investimentos e da Paper Excellence, e a Fibria poderão combinar suas operações localizadas em Três Lagoas (MS), a partir da constituição de uma nova empresa.

Segundo fontes ouvidas pelo jornal, uma proposta para início de conversas já foi levada à Fibria pela Paper Excellence, que pertence aos mesmos donos da Asia Pulp and Paper (APP) e ainda é acionista minoritária da Eldorado.

Procurada pelo jornal, a Fibria informou que não comenta o assunto e a Paper Excellence declarou que não procede a informação e que continua focada no processo de aquisição dos 53% restantes de ações da J&F na Eldorado Brasil.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212