Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Coalizão árabe pede cessar-fogo imediato no Iêmen - Jornal Brasil em Folhas
Coalizão árabe pede cessar-fogo imediato no Iêmen


A coalizão liderada pela Arábia Saudita pediu nesta terça-feira um cessar-fogo imediato na cidade de Aden, sul do Iêmen, onde o governo e os rebeldes separatistas protagonizam violentos combates.

A coalizão renova seu apelo a todas as partes para um cessar-fogo imediato e pelo fim de todas as formas de conflito armado, afirma a aliança em um comunicado citado pela agência saudita SPA.

A coalizão afirma que vai tomar todas as medidas necessárias para restaurar a segurança e a estabilidade em Aden, completa a nota.

No texto, a aliança militar lamenta a falta de resposta dos dois lados a seus pedidos anteriores de moderação e calma.

Na segunda-feira, os combates com tanques e artilharia se tornaram mais intensos entre os separatistas do sul, que desejam a independência, e as tropas do governo do presidente Abd Rabbo Mansur Hadi.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) informou que pelo menos 36 pessoas morreram e 185 ficaram feridas em dois dias de combates.

O movimento separatista do sul do Iêmen, que era um Estado independente até a fusão com o Norte em 1990, é muito poderoso.

Até maio de 2017 era aliado do presidente Hadi - respaldado por uma coalizão liderada pela Arábia Saudita - que estabeleceu o seu governo em Aden depois que foi expulso da capital Sanaa pelos rebeldes huthis - apoiados pelo Irã - em 2014.

Hadi está refugiado atualmente na Arábia Saudita.

 

Últimas Notícias

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212