Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Trump deve pedir apoio dos democratas em tradicional discurso ao Congresso - Jornal Brasil em Folhas
Trump deve pedir apoio dos democratas em tradicional discurso ao Congresso


Em seu primeiro Discurso sobre o Estado da União na noite desta terça-feira (30), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deve pedir apoio dos democratas para aprovar sua nova legislação sobre imigração. Para conseguir esse apoio, o tom do pronunciamento deve ser mais conciliador do que o habitual.

O tradicional Discurso sobre o Estado da União é um relatório apresentado anualmente pelo presidente ao Congresso, e geralmente não só reporta as condições em que o país se encontra, mas também permite ao governante apresentar sua proposta legislativa (que necessita da cooperação do Congresso) e as prioridades nacionais.

Durante a cerimônia de posse do novo secretário de Saúde, Alex Azar, nesta segunda (29), Trump disse que a reforma migratória precisará do apoio tanto do Partido Republicano quanto do Partido Democrata, porque, segundo ele, “os republicanos não têm os votos necessários para fazê-la de outro jeito”.

O presidente também disse que vai falar sobre seus esforços para diminuir barreiras ao comércio para a exportação de bens norte-americanos e voltou a afirmar que “o mundo tirou vantagem dos Estados Unidos em temas de comércio por muitos anos”.

Em uma entrevista para a rede de televisão CNBC, o conselheiro-chefe para assuntos econômicos de Trump, Gary Cohn, disse que o presidente também deve focar em seu plano de infraestrutura para o país, que inclui investimentos de cerca de US$ 1,5 trilhão. O plano seria o próximo passo na agenda econômica de Trump, depois dele ter revisto regulamentações e aprovado a reforma tributária no final do ano passado.

“Hoje nós temos um processo para aprovação de projetos de infraestrutura que demora de sete a dez anos para construir estradas relativamente simples. Nós queremos simplificar isso para não mais do que dois anos”, disse Cohn. Ele também afirmou que o presidente deve focar em temas de segurança durante seu discurso.

Edição: Augusto Queiroz

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212