Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Argentina fecha acordo com fundos abutres dos Estados Unidos - Jornal Brasil em Folhas
Argentina fecha acordo com fundos abutres dos Estados Unidos


A Argentina aceitou hoje pagar US$ 4,6 bilhões a vários fundos que têm dívida do país e pôr fim a um litígio que começou com o colapso financeiro de 2001, anunciou hoje (29) o mediador do caso, Daniel Pollack.

É um passo gigante neste longo contencioso, mas não é a etapa final, disse o mediador em comunicado, esclarecendo que o acordo ainda tem de ser aprovado pelo Congresso argentino, que também deve revogar uma lei que proíbe os pagamentos a fundos especulativos.

Há quase 10 anos, os fundos NML e Aurelius travam uma batalha nos tribunais norte-americanos para reclamar o pagamento integral de títulos da dívida argentina, que compraram a preços mais baixos após o colapso financeiro do país em 2001.

A Justiça norte-americana deu razão aos fundos litigantes em 2012 e aumentou a pressão sobre a Argentina, ao proibir o país de reembolsar os credores que aceitaram uma renegociação de 70% na dívida.

Após anos de impasse durante a presidência de Cristina Kirchner, o novo governo de centro-direita do presidente Mauricio Macri, que chegou ao poder em dezembro, apresentou em fevereiro uma proposta prevendo reembolsar US$ 6,5 bilhões dos US$ 9 bilhões retidos pelos fundos que recorreram na Justiça.

Depois de semanas de intensas negociações, a Argentina conseguiu chegar a um acordo com quatro fundos de investimento (incluindo o NML e o Aurelius), que resistiam, mas acabaram aceitando um desconto de 25%.

O acordo vai permitir que a Argentina retome os pagamentos a outros credores que aceitaram perder 70% do valor das obrigações que detinham nas renegociações de dívidas de 2005 e 2010.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212