Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 May chega à China para reforçar relações comerciais após Brexit - Jornal Brasil em Folhas
May chega à China para reforçar relações comerciais após Brexit


A primeira-ministra britânica, Theresa May, pediu nesta quarta-feira (31) na China para reforçar a idade de ouro das relações comerciais entre ambos os países, de olho no pós-Brexit.

É um bom momento para refletir e reforçar a idade de ouro entre Pequim e Londres, disse May durante entrevista com seu equivalente chinês, Li Keqiang. Estamos decididos a aproximar ainda mais nossas relações comerciais, garantiu.

A visita de May acontece em um momento político delicado para a primeira-ministra.

Alguns jornais britânicos garantiram que pelo menos 40 deputados conservadores pediram sua substituição como líder do partido, descontentes com sua estratégia nas negociações para efetivar a saída da Grã-Bretanha da União Europeia, bem como por sua política interna.

A Câmara dos Lordes (câmara alta do Parlamento britânico) começou nesta terça-feira a estudar o projeto de lei de saída da UE, em um momento no qual o governo se viu afetado pela revelação de um informe interno que explica as consequências negativas do Brexit para a economia britânica.

Estou a serviço do meu país e do meu partido. Não sou das que abandonam, garantiu May à imprensa na China.

Sua delegação inclui representantes de 50 empresas e organizações. Durante a visita, está prevista a assinatura de atpe 9 bilhões de libras em contratos, afirmou ela em Pequim.

Os dois países querem identificar setores prioritários para concentrar seus esforços comerciais. Ao mesmo tempo, prometeram negociar a retirada de barreiras comerciais, especificamente para permitir a venda de carne bovina britânica na China.

Após o Brexit, a China, segunda maior economia mundial, poderia ser um sócio comercial importante para a Grã-Bretanha. Neste sentido, o primeiro-ministro chinês garantiu que as relações entre Pequim e Londres não conhecem inverno (...), apenas primavera. Li disse que elas não serão afetadas pelo Brexit.

Acompanhada de seu marido, Philip, May começou a visita na grande cidade industrial de Wuhan, no centro do país, e na quinta-feira encontrará o presidente Xi Jinping em Pequim. A visita termina na sexta-feira em Xangai, no leste.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212