Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Acadêmico islâmico é detido em Paris por acusações de estupro - Jornal Brasil em Folhas
Acadêmico islâmico é detido em Paris por acusações de estupro


O acadêmico islâmico suíço Tariq Ramadan, acusado de estuprar duas mulheres na França, foi preso nesta quarta-feira pela polícia, informaram fontes judiciais.

Tariq Ramadan foi à polícia no âmbito da investigação preliminar aberta em Paris por acusações de estupro e violência voluntária, afirmou a fonte, confirmando informações da rádio francesa RTL.

Duas mulheres acusam-no de tê-las estuprado em 2009 e 2012. Tariq Ramadan nega categoricamente as acusações.

Henda Ayari, ex-salafista que se tornou uma militante feminista, acusa Ramadan de estuprá-la em um hotel em Paris em 2012. A defesa do acadêmico entregou à justiça documentos que, segundo ela, tentam desacreditar sua palavra.

Estes documentos incluem conversas através do Facebook em que uma mulher afirma ser Henda Ayari e faz propostas explícitas a Ramadan em 2014, ou seja, dois anos após a alegada violação. Propostas que Ramadan não aceitou.

A segunda denúncia contra Ramadan foi apresentada alguns dias depois da primeira por outra mulher que afirma ter sido estuprada em 2009 em um hotel na cidade de Lyon, no leste da França.

As duas mulheres foram interrogadas pela polícia, assim como a ensaísta francesa Caroline Fourest, que indicou que entregara documentos aos investigadores.

Em novembro, os advogados de Ramadan apresentaram uma denúncia por suborno de testemunhas contra Carolline Fourest, que combate o islamita há vários anos.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212