Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Dejetos no Rio das Velhas prejudicam abastecimento de água em Sete Lagoas - Jornal Brasil em Folhas
Dejetos no Rio das Velhas prejudicam abastecimento de água em Sete Lagoas


Pelo menos 19 bairros de Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais, poderão ter o abastecimento de água interrompido nesta quinta-feira. De acordo com o Serviço autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do município, materiais levados pelas chuvas durante a madrugada comprometeram a captação de água da estação de tratamento da cidade.

“Grande volume de dejetos e outros materiais, que se acumularam no leito do rio, inviabilizam o tratamento de água. A operação será reiniciada assim que as condições da água a ser captada/tratada melhorar (...)”, diz a nota do SAAE, que também divulgou a lista dos bairros que devem ter o fornecimento de água prejudicado. Confira;

São João, Braz Filizolla, Santa Marcelina, New York, Bom Jardim, Esperança, Aeroporto, Industrial, CDI II, Interlagos, Luxemburgo, JK, Planalto, São Vicente, Emília, Montreal, Alvorada, Canadá, Jardim Europa e adjacências.

Inicialmente, a previsão era de que a operação seria reiniciada no início da noite, mas a SAAE atualizou a informação às 12h37 dizendo que o bombeamento deve ser retomado às 15h. O SAAE recomenda que a população economize para manter os reservatórios de casa cheios durante o período.

Em nota, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) informou que o órgão já realizou 751 fiscalizações em atividades e empreendimentos em Sete Lagoas, resultando na aplicação de 323 multas ambientes – que somaram R$ 760 mil. A pasta também disse que enviará um técnico ao ponto de captação do SAAE para que uma avaliação seja feita do possível dano ambiental. Em abril, uma vistoria também será feita em todas as Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) do município.

De acordo com a pasta, um dos principais fatores de poluição dos rios em Minas Gerais é o lançamento de esgoto doméstico diretamente no leito dos rios. A Semad também reforça sobre a importância das ações de saneamento desenvolvidas pelos municípios como a ampliação do tratamento de esgoto e a disposição adequada de resíduos sólidos urbanos, informou.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212