Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Herói do Once Caldas campeão da Libertadores de 2004, Henao se despede do futebol - Jornal Brasil em Folhas
Herói do Once Caldas campeão da Libertadores de 2004, Henao se despede do futebol


Amigos e companheiros de Juan Carlos Henao participaram na noite de terça-feira da partida de despedida do goleiro, que foi o herói do Once Caldas na conquista do título da edição de 2004 da Copa Libertadores, em que eliminou Santos, São Paulo e Boca Juniors na sua campanha.

Entre os presentes estava o ex-técnico Luis Fernando Montoya, tetraplégico desde o final de 2004, quando assaltantes atiraram no seu pescoço, assim como Juan Carlos Osorio, atual técnico da seleção do México.

Montoya foi treinador do Once Caldas quando ele ganhou o torneio continental, em grande parte graças a intervenções de Henao na final contra o Boca Juniors. No jogo de volta, disputado em Manizales, o goleiro defendeu duas cobranças de pênaltis.

Ele foi eleito o melhor goleiro da América do Sul naquele ano, o que lhe abriu as portas da seleção da Colômbia. Em várias oportunidades, Montoya disse que o Once Caldas dificilmente teria alcançado o título sem Henao, que em 2005 se transferiu para o Santos, mas não teve sucesso no futebol brasileiro.

O ex-atacante argentino Sergio Galvan Rey e os ex-jogadores colombianos Oscar Córdoba, Víctor Hugo Aristizábal e Mauricio Serna participaram do jogo de despedida, realizado no Estádio Palogrande diante de mais de 12 mil espectadores.

Hoje com 45 anos, Henao jogou por pouco mais de um quarto de século e agora será o treinador de goleiros do Once Caldas. Ele defendeu a valorização dos goleiros colombianos no futebol do país. Temos de dar confiança aos goleiros daqui. Há muito estrangeiros e isso me preocupa muito, disse à rádio Caracol, da Colômbia.

O ídolo do Once Caldas confessou que estava triste pela sua última apresentação diante dos torcedores do clube. Mas ao mesmo tempo feliz por ter feito as coisas bem, de outra maneira, não teriam me acompanhado como fizeram, concluiu Henao, que pela seleção colombiana participou das edições de 2000 e 2003 da Copa Ouro da Concacaf, da Copa das Confederações de 2013 e da Copa América de 2004.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212