Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Fed mantém taxa de juros americana e diz que inflação vai subir - Jornal Brasil em Folhas
Fed mantém taxa de juros americana e diz que inflação vai subir


O Federal Reserve (Fed, o banco central americano) manteve a taxa de juros inalterada nesta quarta-feira (31), após sua primeira reunião de política monetária de 2018, mas disse que espera que a inflação suba neste ano, um indício de uma aceleração na alta dos juros no futuro.

O Fed, que tinha ampliado as taxas em quatro de ponto percentual em dezembro, manteve entre 1,25% e 1,50%, indicou uma nota do Comitê Monetário (FOMC).

As medidas de preços continuam abaixo da meta de 2% do banco central, mas o Fed disse que a inflação em 12 meses deve subir neste ano.

A mudança de linguagem deve aumentar a expectativa de que o Fed aumente a taxa de juros mais que as três vezes esperadas para este ano.

Em dezembro, o comitê disse esperar que a inflação continue um pouco abaixo de 2% no médio prazo.

A mudança de tom certamente vai reforçar a opinião entre especialistas de que o primeiro aumento de taxas de 2018 vai acontecer em março, na primeira reunião do FOMC sob direção de Jerome Powell, sucessor da primeira mulher presidente do banco central americano.

O debate vai ficar em torno de quantas alterações o banco central vai fazer neste ano, especialmente se a reforma fiscal aprovada em dezembro estimular a economia.

O FOMC destacou que a atividade econômica evoluiu em ritmo sólido e chamou atenção para o aumento de empregos robusto, bem como gos gastos de famílias e investimentos das empresas.

Os diretores monetários pareciam um pouco mais otimistas que nos comunicados anteriores, revelou Omer Esiner, economista da Commonwealth Foreign Exchange.

Os membros do Comitê foram unânimes nesta votação, na última reunião do mandato da presidente Janet Yellen, de 71 anos, que deixa o cargo neste sábado.

A primeira mulher a comandar o Fed, uma democrata nomeada por Barack Obama, será substituída por Powell, um advogado e ex-banqueiro de 64 anos, escolhido pelo presidente Donald Trump.

 

Últimas Notícias

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212