Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia Militar estuda reduzir número de UPPs no Rio de Janeiro - Jornal Brasil em Folhas
Polícia Militar estuda reduzir número de UPPs no Rio de Janeiro


O comandante-geral da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro, coronel Wolney Dias, disse hoje (1º) que a corporação estuda reduzir de 38 para 20 o número de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), mas não informou quais seriam fechadas.

“O caso ainda está em planejamento”, disse Dias durante seminário que debateu o planejamento das ações da PM para 2018.

Com a eventual extinção de algumas UPPs, os policiais que trabalham nessas áreas serão deslocados para reforçar as unidades remanescentes.

O estudo será encaminhado à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), que decidirá sobre a questão.

O programa de segurança pública que deu origem às UPPs começou a funcionar em 19 de dezembro de 2008, quando foi instalada a primeira unidade no Morro Santa Marta, em Botafogo, zona sul da capital fluminense.

Atualmente há 38 UPPs (37 na capital e uma em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense), com 9.543 policiais.

Propostas

Durante o seminário, realizado na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), foram discutidas 80 propostas, das quais 16 vão servir de base para o planejamento operacional da corporação.

As propostas foram encaminhadas ao governador Luiz Fernando Pezão, que vai analisá-las para depois encaminhar o documento à Alerj para debate e discussão no plenário, que irá definir a nova política de segurança pública da Polícia Militar.

Edição: Luana Lourenço

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212