Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia Civil de Goianira autua duas pessoas por propaganda enganosa de curso preparatório para concursos - Jornal Brasil em Folhas
Polícia Civil de Goianira autua duas pessoas por propaganda enganosa de curso preparatório para concursos


A Delegacia de Polícia de Goianira lavrou, nesta quarta feira, dia 31, termo circunstanciado de ocorrência em desfavor G.P.C, de 31 anos, e J.A.S., de 46 anos, pela prática de propaganda enganosa de curso preparatório para concursos militares. Os investigadores receberam a denúncia de que os indivíduos estariam fazendo propaganda enganosa, divulgando uma palestra em uma escola de Goianira, com o intuito de comercializar inscrições em curso preparatório on-line, à distância, através de cobrança de valores. De acordo com a denúncia, esse tipo de situação já ocorreu em outras cidades, gerando prejuízos aos consumidores, inclusive com prisões em flagrantes por acusação de estelionato.

O delegado Bruno Costa e Silva disse que foram apreendidos panfletos e constatou-se propaganda enganosa, caracterizada pelo excesso de informações sem clareza e precisão, alusão a valores de salários a serem recebidos, gratuidade dos serviços, gerando confusão e capazes de induzir os consumidores a erro. Testemunhas confirmaram que os indivíduos distribuíram os panfletos em escolas públicas na quarta-feira (31).

Nos ofícios encaminhados à escola pública e apresentados pelos autores, constam informações divergentes dos panfletos e consta ainda que o valor cobrado refere-se à inscrição em bolsas de estudos, quando na verdade, trata-se de aquisição de um curso on-line.

G.P.C. afirmou ser proprietário da empresa GOPEM (Grupo de Orientação Pré-Militar) e negou a prática do crime. Disse que presta serviços de curso preparatório on-line para concursos militares, cobrando o valor de R$ 200,00 por um ano de acesso ao material no site e que a palestra, que é gratuita, serve para dar informações sobre a carreira militar. Informou ainda que não tem conhecimento se algum aluno de seu curso tenha conseguido aprovação nos concursos. J.A.S. também se declarou inocente, disse que apenas ministra palestras e não tem envolvimento com o curso.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212