Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Projeto do Paulo Magalhães para diminuir o recesso dos vereadores entra novamente em votação - Jornal Brasil em Folhas
Projeto do Paulo Magalhães para diminuir o recesso dos vereadores entra novamente em votação


Após quase três anos e pela sexta vez, entra novamente em plenário, nesta quarta-feira (02), para primeira votação o Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município de Goiânia, de autoria do vereador Paulo Magalhães (SD), que visa modificar o período legislativo da Câmara de Vereadores, diminuindo o recesso dos parlamentares do munícipio pela metade, ou seja, de 92 para 45 dias.

Desde agosto de 2013, Paulo Magalhães luta pela tramitação e aprovação deste Projeto. No entanto, o documento recebeu diversos pedidos de Emendas que foram todos rejeitados na Comissão Mista. A última tentativa para votação do Projeto foi no dia 17 de novembro, diante de muita discussão, manobras e ausência de vereadores em plenário, mais uma vez, o Projeto recebeu outro pedido de vistas, na ocasião, do vereador Milton Mercez.

Conforme Regimento Interno, o Projeto seguiu para a Comissão Mista, e estará novamente em pauta nesta quarta-feira (02). De acordo com Paulo Magalhães, será uma nova oportunidade de moralizar aquela Casa de Leis e confirmar o seu respeito com a população goianiense. A ampliação do prazo das sessões legislativas irá contribuir para a melhoria da qualidade da produção legislativa, havendo mais tempo para debates e analises das matérias em pauta.

“Fomos eleitos para trabalhar em favor do povo. Lugar de vereador é no plenário apresentando e votando projetos. Meu real desejo era que o recesso fosse apenas 30 dias, de acordo com toda a classe trabalhadora. No entanto, a resistência dos vereadores impede essa mudança. Por isso, aceitei proposta de 45 dias, 15 em julho e 30 em janeiro. Atualmente, são, absurdamente, 92 dias. Conto com o apoio de todos para cobrar do seu vereador para que ele vote a favor dessa propositura, juntos poderemos moralizar aquela casa”, frisou Magalhães.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212