Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Maduro tacha declarações de Tillerson de ameaça suja - Jornal Brasil em Folhas
Maduro tacha declarações de Tillerson de ameaça suja


O presidente Nicolás Maduro qualificou nesta sexta-feira (2) de ameaça suja uma declaração do secretário de Estado americano, Rex Tillerson, que ao referir-se à crise venezuelana evocou a participação de militares para substituir governos na América Latina.

Todos devemos ter um plano de defesa. Aí está a ameaça suja que lançou Rex Tillerson, disse Maduro durante um congresso do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) que o aclamou como candidato às presidenciais convocadas para antes de 30 de abril.

O presidente, que mais cedo recebeu o apoio das Forças Armadas ante as afirmações de Tillerson, anunciou a criação de um plano de defesa popular, cívico-militar, contra qualquer tentativa golpista, que encarregou ao número dois do chavismo, Diosdado Cabello.

Segundo Maduro, esse plano busca blindar as presidenciais, além disso, de qualquer provocação da oligarquia colombiana na fronteira binacional.

Na quinta-feira, Tillerson defendeu uma mudança pacífica na Venezuela ao ser perguntado sobre soluções para a crise do país petroleiro.

As transições pacíficas, a mudança pacífica de regime sempre é melhor que a alternativa da mudança violenta, disse na Universidade do Texas.

No entanto, Tillerson recordou que muitas vezes na história da América Latina as Forças Armadas, após tomarem o poder, se resignaram a implementar uma transição pacífica quando as coisas vão tão mal que a cúpula militar toma consciência de que já não pode ser útil para a cidadania.

Se este é o caso aqui, eu não sei, disse o chefe da diplomacia americana. Nossa posição é que Maduro deveria regressar à sua Constituição e respeitá-la. Depois, se o povo não o reeleger, pois que seja assim. E se as batatas queimarem para ele, tenho certeza de que ele tem amigos em Cuba que podem lhe ceder uma linda fazenda sobre a praia e que poderá ter uma boa vida por lá.

O ministro da Defesa, Vladimir Padrino, rejeitou essas afirmações por considerá-las uma insinuação de que os militares venezuelanos podem se tornar agentes de mudança, e disse que as Forças Armadas ratificam seu apego à Constituição e sua lealdade a Maduro.

A chancelaria venezuelana denunciou em um comunicado que a viagem de Tillerson iniciada nesta sexta-feira pela América Latina e o Caribe busca provocar uma mudança violenta do presidente (Maduro), incitando um golpe militar.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212