Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Colisão de trem deixa dois mortos e mais de 100 feridos na Carolina do Sul - Jornal Brasil em Folhas
Colisão de trem deixa dois mortos e mais de 100 feridos na Carolina do Sul


Pelo menos duas pessoas morreram, e mais de 100 ficaram feridas neste domingo (4), quando um trem que transportava 147 passageiros colidiu com um trem de carga no estado americano da Carolina do Sul - informou a Polícia local.

O trem de passageiros, que viajava de Nova York para Miami, chocou-se contra um trem de carga e descarrilou em Cayce, perto da cidade de Columbia, a capital do estado, por volta das 2h30 deste domingo.

Em uma nota, a companhia ferroviária Amtrak indicou que a locomotiva descarrilou junto com alguns vagões de passageiros. Havia 139 passageiros e oito tripulantes.

Estamos profundamente tristes de anunciar o falecimento de dois dos nossos empregados, lamentou a Amtrak no comunicado.

Segundo a imprensa americana, os feridos sofreram cortes e fraturas.

Ao todo, 116 pessoas foram levadas para hospitais próximos, muitas com ferimentos menores, disse o governador Henry McMaster à imprensa, acrescentando que os dois mortos eram funcionários da Amtrak.

Ainda segundo McMaster, aparentemente, o trem de carga estava vazio.

Parece que a Amtrak estava na via errada, explicou McMaster.

Precisamos de um diálogo nacional sobre a segurança nos trens, acrescentou o governador, depois de visitar os passageiros em um abrigo instalado pela Cruz Vermelha.

- Não houve pânico -

Na Flórida durante o fim de semana, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi informado do acidente, indicou uma porta-voz da Casa Branca.

Meus pensamentos e orações estão com todas as vítimas envolvidas na colisão de trens esta manhã na Carolina do Sul, tuitou Trump.

O Departamento de Polícia do condado de Lexington confirmou que todos os passageiros foram evacuados do trem, enquanto o National Transportation Safety Board (NTSB) informou que uma investigação foi aberta para determinar as causas do ocorrido.

Embora quase 19 mil litros de combustível tenham sido derramados após o acidente, as autoridades disseram que não representa perigo para o público.

O acidente foi muito perto do mercado agrícola do estado e de áreas residenciais, mas todos estão a salvo, declarou o porta-voz da divisão de emergência na Carolina do Sul, Derrec Becker.

A Cruz Vermelha anunciou que está dando apoio às vítimas.

O passageiro Derek Pettaway contou à rede CNN que viajava da Filadélfia para Orlando em uma cabine com dormitório quando despertou com o impacto da colisão.

Ele acrescentou que os funcionários da companhia ferroviária retiraram os passageiros de maneira muito tranquila.

Ninguém entrou em pânico. Tenho certeza de que a maioria das pessoas estava dormindo. Foi um grande choque, completou.

Não há informações sobre quantas pessoas viajavam no trem de carga, ou se um dos dois trens estava parado no momento da colisão.

- Perguntas sobre segurança -

O delegado de Lexington relatou que ônibus foram disponibilizados para levar os passageiros da Amtrak até seus destinos finais.

Minhas orações estão com as famílias dos que morreram no acidente de trem em Lexington (...) e desejo o melhor para os feridos, tuitou o senador pelo estado Tim Scott.

Este foi o terceiro acidente letal envolvendo a Amtrak desde dezembro passado, o que causou questionamentos sobre a segurança no Serviço Nacional de Trens.

Há apenas alguns dias, um outro trem com dezenas de congressistas americanos bateu em um caminhão de lixo no estado da Virgínia. O episódio deixou um morto e alguns feridos.

Em dezembro passado, três pessoas morreram no descarrilamento de um trem no estado de Washington, perto da cidade de Tacoma. Nesse acidente, alguns vagões caíram sobre uma movimentada autoestrada interestadual.

Segundo informações preliminares, esse trem viajava pela primeira vez em uma nova rota, a 128 quilômetros por hora, bem acima do limite de 48 quilômetros.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212