Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 PM mata 3 integrantes do Comando Vermelho suspeitos de execução - Jornal Brasil em Folhas
PM mata 3 integrantes do Comando Vermelho suspeitos de execução


Três supostos integrantes do Comando Vermelho (CV), facção criada em presídios fluminenses, foram mortos durante uma operação da Polícia Militar, na noite deste domingo (4) em Goiânia. Outros três suspeitos foram presos. Conforme a PM, a quadrilha é suspeita de executar seis pessoas, nos últimos 30 dias, a mando de detentos da facção que cumprem pena na Ala B do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital. As prisões e mortes foram anunciadas em entrevista coletiva, na manhã desta segunda-feira (5) pela Secretaria da Segurança Pública de Goiás.

Os policiais chegaram ao bando depois de abordar um suspeito que dirigia um automóvel de luxo com placas adulteradas. No veículo, foram apreendidas três pistolas - duas Glock 9 milímetros e uma arma de uso da Polícia Civil. Segundo a PM, o homem confessou que iria pegar outro integrante para, juntos, cumprirem mais uma ordem de execução dada pelo CV.

O suspeito levou a polícia até o local em que estavam os outros integrantes do grupo, em uma casa do setor Buena Vista, região oeste de Goiânia. Houve reação e tiroteio. Os três homens que seriam líderes da facção foram baleados e mortos. Outros dois foram presos, além do condutor do automóvel.

Ainda conforme a PM, o grupo gostava de se exibir em redes sociais empunhando armas. A polícia vai investigar como os criminosos tiveram acesso à arma da Polícia Civil.

Guerra de facções

O CV foi durante muitos anos a facção dominante nos presídios goianos, mas acabou suplantado nos últimos anos pela facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC), conforme relatório da Segurança Pública.

No dia 1º de janeiro, uma rebelião motivada pela disputa entre as facções deixou nove mortos e 14 feridos no Complexo Prisional de Aparecida. As vítimas morreram carbonizadas - duas delas também foram decapitadas. Houve ainda fuga em massa na unidade.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212