Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Febre amarela já matou 61 pessoas em Minas Gerais - Jornal Brasil em Folhas
Febre amarela já matou 61 pessoas em Minas Gerais


O número de mortes por febre amarela em Minas Gerais segue se multiplicando. Já são 61 óbitos registrados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), 69,4% a mais do que há sete dias. O balanço divulgado nesta terça-feira mostra que 164 casos foram confirmados em todo o estado e outros 301 seguem sendo investigados.

A maioria das vítimas da febre amarela, segundo a SES, são do sexo masculino, que corresponde a 92,1% do total de casos. A média de idade das pessoas confirmadas com a doença é 47 anos. Foram registradas mortes de moradores entre 3 e 88 anos. A letalidade da enfermidade está em 37,2%.

Os dados da SES mostra um avanço da doença por Minas Gerais, com grande incidência na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Somente em 14 cidades, incluindo a capital mineira, 81 casos foram confirmados, o equivalente a 49,3% do registrado em todo o estado. Ao todo, 26 pessoas moradores da Grande BH perderam a vida devido a doença.

Mariana, na Região Central, mas que faz parte da Regional de Saúde de Belo Horizonte, é a cidade que concentra o maior número de casos da doença. Ao todo, exames da Fundação Ezequiel Dias (Funed) confirmaram 21 casos de febre amarela no município, sendo que destes, seis não resistiram aos sintomas. O número de mortes é o mesmo que Nova Lima, na Grande BH, que também registrou seis óbitos e, em relação ao total de casos, chegou a 17. A capital mineira já registra seis casos, sendo que três pacientes morreram.

Outra preocupação é com a Região da Zona da Mata. Já foram confirmados casos em 22 cidades da região, totalizando 41 pessoas infectadas pela febre amarela. Do total, 50% não resistiram e morreram. Foram 20 moradores que não resistiram aos sintomas da doença em municípios da região.

Vacinação A cobertura vacinal da febre amarela ainda não alcançou a meta, que é de 95%. Segundo a SES/MG, aproximadamente 3,2 milhões de pessoas ainda não se imunizaram contra a doença. A cobertura aumentou nas últimas semanas, saindo de 81% para 83%. Em todo o estado, 321 municípios ainda não conseguiram vacinar 80% da população, o que corresponde a 37,6% de todo o território mineiro. As ações foram intensificadas em 395 comunidades.

Vale lembrar que a vacina está disponível em todas as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). Todas as pessoas acima de nove meses de idade, que ainda não receberem nenhuma dose, devem procurar um centro de saúde. Não há em Minas Gerais nenhum caso de febre amarela que tenha sido contraído por meio da vacina.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212