Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Prefeito pede ajuda ao governo federal para combater tráfico - Jornal Brasil em Folhas
Prefeito pede ajuda ao governo federal para combater tráfico


O prefeito de Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, Fernando Jordão, está em Brasília para solicitar reforço no combate à criminalidade no município. Nesta quarta-feira, o município completa 13 dias de intensos tiroteios entre facções de traficantes e a polícia em Angra dos Reis, com a morte de nove pessoas. Jordão já conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (MDB-RJ), e teve reuniões hoje com assessores da presidência da República e no Ministério das Cidades. Como resultado, anunciou que vai dobrar o número de policiais militares contratados pelo Programa de Integração na Segurança (Proeis).

A prefeitura informou que já paga dezenas de policiais militares por meio do Proeis, que reforçou a segurança em todo o município, inclusive na Ilha Grande. Mas, segundo a prefeitura, o batalhão da PM deveria ter 1 mil policiais para atender somente ao município de Angra, mas tem pouco mais de 400 homens para cobrir Angra, Paraty, Rio Claro e Mangaratiba.

O dirigente municipal manifestou ao governador Luiz Fernando Pezão, na semana passada, sua indignação contra a desorganização na segurança pública em Angra dos Reis e exigiu mudanças imediatas no modo de combate à criminalidade na região. Em nota, Jordão já tinha externado sua indignação com a situação em Angra. “O estado não pode ficar inerte por maior que sejam suas dificuldades. Angra precisa ter a presença das forças nacionais, pois a segurança do cidadão do interior é tão importante como a do morador da zona sul do Rio de Janeiro”.

A prefeitura cedeu uma área próxima ao fórum do município para que a Polícia Militar instale mais uma unidade da corporação na cidade, com um novo efetivo, aumentando o número de policiais. A prefeitura vai comprar 20 veículos novos e doar a PM de Angra dos Reis para aumentar o policiamento ostensivo e repressivo na cidade.

Guerra de facções

Nove pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas na região morreram em confronto com as tropas de elite da Polícia Militar na semana passada. A guerra ocorre entre as facções criminosas Terceiro Comando Puro (TCP) e Comando Vermelho (CV). A PM apreendeu dois fuzis, seis pistolas, munição e drogas nas comunidades do Parque Belém, Sapinhatuba, Frade e Areal, onde os tiroteios são mais intensos. A grande dificuldade encontrada pelas tropas da PM é que os criminosos se escondem na parte alta das comunidades, que é cercada por área de Mata Atlântica.

Na segunda-feira (5) à tarde, motoristas que passavam pela Rodovia Rio-Santos, perto do bairro Sapinhatuba, enfrentaram arrastões durante confronto entre quadrilhas de facções rivais. Motoristas chegaram a voltar com os carros em marcha à ré, com medo dos tiros. A polícia foi acionada e trocou tiros com os criminosos, que conseguiram fugir.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212