Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de May de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Petrobras inicia divulgação de venda da refinaria de Pasadena - Jornal Brasil em Folhas
Petrobras inicia divulgação de venda da refinaria de Pasadena


Estopim da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, a refinaria de Pasadena, instalada nos Estados Unidos, foi colocada à venda pela Petrobras nesta terça-feira (6). Em comunicado ao mercado financeiro, a estatal informou ter iniciado a etapa de divulgação da oportunidade, com a publicação do teaser relativo ao ativo. A operação é conduzida pela afiliada da estatal Petrobras America Inc (PAI).

A PAI contratou o banco Evercore para operacionalizar a venda das empresas PRSI, PRST e REAL junto a um seleto grupo de partes potencialmente interessadas, informou a Petrobras no teaser. Além da refinaria, serão vendidos os ativos de comercialização de derivados e de infraestrutura logística.

Para participar da concorrência, o valor de mercado da empresa interessada, seu patrimônio líquido e a soma dos seus ativos ou de sua empresa-mãe devem ser iguais ou superiores a US$ 500 milhões. Além disso, a relação dívida líquida/Ebitda deve ser menor que 5 vezes, traz o teaser. Os interessados devem ainda já ter participado de negócios no setor e, no caso de comercializadoras de derivados, devem ter investido pelo menos uma vez no setor de petróleo e gás nos últimos 10 anos.

O prazo para demonstração de interesse vence em 23 de fevereiro. Depois disso, o processo de venda seguem os trâmites normalmente adotados pela estatal, até chegar à fase final de aprovação pelo conselho de administração e assinatura dos contratos. Fornecedores incluídos na lista negra da Petrobras, por terem sido citados na Operação Lava Jato, estão impedidos de participar do processo.

Entre os ativos colocados à venda estão a refinaria de 110 mil barris por dia e capacidade de armazenamento de 5,1 milhões de barris de petróleo e derivados, o terminal marítimo, a logística e os estoques associados, além de um terreno estrategicamente localizado no canal marítimo de acesso a Houston (Houston Ship Channel), para oportunidades de expansão futura, informou a Petrobras.

A compra de Pasadena pela estatal chamou a atenção da PF, porque o valor pago inicialmente apenas pela metade do ativo, US$ 360 milhões, foi muito superior aos US$ 42,5 milhões que a belga Astra Oil tinha desembolsado pouco antes pela totalidade da mesma unidade. O ex-diretor Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, em delação premiada, admitiu desvio de recurso no investimento.

 

Últimas Notícias

Ata do Copom diz que manutenção da Selic foi a melhor decisão
Brasileiros apostam em inflação de 5,3% para os próximos 12 meses
BC decreta liquidação extrajudicial da corretora Gradual
Caminhoneiros entram no segundo dia de bloqueio nas estradas
Governo reduz estimativa de crescimento para 2,5% em 2018
Parente: governo não considera mudar política de preços da Petrobras
Petrobras anuncia queda nos preços da gasolina e do diesel
Guardia: espaço fiscal para reduzir tributos de combustíveis é pequeno

MAIS NOTICIAS

 

Trump anuncia nesta terça-feira decisão sobre acordo nuclear com o Irã
 
 
Fugindo da crise e da insegurança, brasileiros migram para Portugal
 
 
Argentina recorre ao FMI para equilibrar contas
 
 
Brasil e mais 40 nações apelam à OMC contra guerra comercial
 
 
Macri admite que Argentina precisa de apoio externo e recorre ao FMI
 
 
Donald Trump retira Estados Unidos do acordo nuclear com Irã

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212