Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 EUA avalia como proteger Caribe de efeitos de sanções petrolíferas à Venezuela - Jornal Brasil em Folhas
EUA avalia como proteger Caribe de efeitos de sanções petrolíferas à Venezuela


O chefe da diplomacia americana, Rex Tillerson, chegou nesta quarta-feira (7) à Jamaica para discutir as consequências no Caribe de possíveis sanções petrolíferas contra a0 Venezuela, depois de uma semana de viagem preparando seus aliados latino-americanos para uma medida como essa.

Após visitar México, Argentina, Peru e Colombia e encontrar coincidências com seus governos sobre a situação na Venezuela, Tillerson se reunirá com altos funcionários jamaicanos, incluindo o primeiro-ministro Andre Holness. O encontro é visto como uma oportunidade para ouvir a posição dos países que seriam afetados por um bloqueio petrolífero a Caracas.

Temos uma última parada, Kingston, e a razão pela qual vamos para lá é porque isso teria um efeito nos países caribenhos, que dependem da Venezuela. Assim, quero escutar eles também, disse o secretário de Estado no avião rumo à capital jamaicana.

Muitas das ilhas da região dependem de uma maneira ou de outra de importações de petróleo venezuelano em condições preferenciais, fato que Caracas aproveitou como peça diplomática.

Tillerson disse que havia chegado a um acordo com seus pares de México e Canadá para criar um grupo de trabalho muito pequeno e muito focalizado, que terá como uma de suas missões analisar como mitigar o impacto de eventuais sanções nesses países.

Depois o presidente pode decidir o que quer fazer, acrescentou.

Sanções petrolíferas - a proibição de exportar petróleo para os Estados Unidos ou que os Estados Unidos deixe de vender petróleo ou produtos refinados à Venezuela - poderia ser um golpe devastador que sacuda o governo do presidente Nicolás Maduro, mas também afetaria empresas de hidrocarbonetos americanas que operam refinarias no Golfo do México.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212