Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Macron reconhece particularidade da ilha de Córsega, mas rejeita pretensões nacionalistas - Jornal Brasil em Folhas
Macron reconhece particularidade da ilha de Córsega, mas rejeita pretensões nacionalistas


O presidente francês, Emmanuel Macron, se mostrou disposto nesta quarta-feira (7) em Córsega a reconhecer suas particularidades, mas rejeitou com firmeza outras reivindicações dos nacionalistas no poder na ilha mediterrânea.

Em um discurso muito esperado em Bastia, o chefe de Estado francês se declarou favorável a que Córsega seja mencionada na Constituição francesa, uma das principais reivindicações da aliança entre autonomistas e separatistas.

Seria uma forma de reconhecer sua identidade e ancorá-la na República.

Esta reivindicação gera uma forte polêmica na França, país muito centralizador que defende o caráter indivisível da República.

Mas o presidente permaneceu inflexível frente a outras exigências nacionalistas, como a co-oficialidade da língua corsa e a aplicação de um estatuto de residente na ilha.

Esta última proposição não é uma boa resposta contra a especulação imobiliária nessa ilha muito turística, como consideram os nacionalistas, disse Macron.

Hoje, quando os preços sobem e vendem os terrenos, são poucas as pessoas não corsas que se beneficiam, declarou o chefe de Estado, que se comprometeu a favorecer a construção de moradias e simplificar as regras urbanísticas.

Em relação à língua corsa, Macron ressaltou que na República há uma língua oficial, o francês, embora o bilinguismo seja plenamente reconhecido e aceito.

Os dirigentes corsos não pedem a independência da ilha, mas um verdadeiro estatuto de autonomia.

Além da co-oficialidade da língua, querem um estatuto fiscal e social especial, a aproximação e a anistia dos presos corsos que se dizem políticos e detidos na França continental.

 

Últimas Notícias

Temer deixa prédio da Polícia Federal no Rio
Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212