Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Apr de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Bloco Loucura Suburbana resgata carnaval do subúrbio carioca - Jornal Brasil em Folhas
Bloco Loucura Suburbana resgata carnaval do subúrbio carioca


O bloco Loucura Suburbana saiu hoje (8) no bairro do Engenho de Dentro, zona norte do Rio de Janeiro, resgatando o carnaval de rua e reunindo funcionários, pacientes e familiares do Instituto Municipal Nise da Silveira, além de moradores do local e adjacências.

A psicóloga Fabiane Dias, do Centro de Convivência e Cultura da instituição, disse à Agência Brasil que a iniciativa “ajuda os pacientes e também o território do entorno a ter outro olhar para a loucura, que deixa de ser um estigma. Isso é muito bom. A gente vê usuários, familiares, comunidade, todo mundo integrado”. Fabiane desfilou vestida de galinha, em alusão ao caminhão que passa pelas ruas do bairro vendendo 30 dúzias de ovos por R$ 10.

Para a psicóloga Ariadne Mendes, coordenadora do bloco, criado em 2011, o desfile do Loucura Suburbana é uma celebração do trabalho não só do Instituto Nise da Silveira, mas de toda a rede de saúde mental do estado. “É um encontro de pessoas que se conhecem e que não se conhecem. É um encontro da alegria e de orgulho de estarmos fazendo um carnaval do subúrbio carioca”.

Ariadne sublinhou que o bloco promove a inclusão pelo carnaval. “O carnaval já é um momento em que todo mundo se inclui. Não tem exclusão no carnaval, porque qualquer um pode sair de qualquer maneira, e isso tem a ver com o nosso espírito”. O tema do samba deste ano “Não ter vergonha de ser o que se é” foi sugerido pela porta-bandeira do bloco, Elizama Arnaud, que escolheu sair de drag queen no desfile, para representar a liberdade de ser mulher, “mesmo não sendo, ou sendo, que é o caso dela”, destacou Ariadne.

Participação voluntária

A passista do bloco é Elizângela da Silva, que teve alta do Instituto Nise da Silveira e desde 2011 mora em uma residência terapêutica com outros pacientes psiquiátricos na Penha, também na zona norte, sob a supervisão do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Fernando Diniz.

Outro ex-paciente do instituto é André Cabral, que foi se tratar ali em 1998 e, depois, mesmo saindo para tratamento em outras unidades de saúde mental do Rio, não deixou de frequentar as atividades sociais e culturais do Nise da Silveira. Foi ficando cada vez mais ligado às atividades ao ponto de se tornar produtor cultural da editora EncantArte e compor três sambas vencedores do bloco.

Cabral trabalha como voluntário no instituto, “mas sem deixar de fazer uma terapiazinha nesse voluntariado. Minha ligação é muito estreita com o hospital”, disse à Agência Brasil. Este ano, ele venceu o concurso de samba enredo do bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou!, que desfilou pela Urca, zona sul da cidade, no último dia 4.

Edição: Augusto Queiroz

 

Últimas Notícias

Um milhão de indígenas buscam alternativas para sobreviver
Seesp promove encontro de representantes das sedes do Jimi 2018
Agência de Transportes Aquaviários aprova estudos para leilões de terminais no Porto de Cabedelo
Hospital de Trauma de Campina Grande promove Curso de Atualização em Feridas e Curativos
Concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros tem quase 80 mil inscritos
Corpo de Bombeiros inicia Curso de Atendimento à Tentativa de Suicídio
Cuité e Esperança sediam audiências do ODE nesta sexta e sábado
Governo realiza programação do “Abril Verde” com ações preventivas de acidentes de trabalho

MAIS NOTICIAS

 

Miguel Díaz-Canel se prepara para substituir Raúl Castro em Cuba
 
 
Dividido, Conselho de Segurança da ONU buscará convergência em fazenda sueca
 
 
Piloto que pousou avião de emergência virou heroína nos EUA
 
 
TRF4 nega a Lula último recurso em segunda instância
 
 
Polícia faz busca e apreensão na Porsche e na Audi por Dieselgate
 
 
Aviões americanos ainda podem sobrevoar a Rússia, diz Moscou

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212