Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Congresso dos EUA deve votar orçamento hoje para evitar paralisação - Jornal Brasil em Folhas
Congresso dos EUA deve votar orçamento hoje para evitar paralisação


O governo federal, nos Estados Unidos (EUA), pode ter nova paralisação, a segunda este ano, caso os líderes no Congresso não aprovem hoje (8) uma nova peça orçamentária. O Orçamento atual, aprovado em janeiro, após uma paralisação de três dias, cobre despesas somente até a meia-noite desta quinta-feira.

Os líderes no Senado, o republicano Mitch McConnell, e o democrata Charles Schumer, anunciaram nessa quarta-feira (7) ter chegado a um acordo entre os dois partidos, após reunião durante a noite para aprovar o financiamento do governo por dois anos. Antes disso, Shumer havia dito que não aprovaria uma solução para o Orçamento sem um acordo para o futuro dos jovens beneficiários do Daca - o programa de ação para imigrantes que chegaram na infância.

O Orçamento a ser votado teve um aumento de gastos federais de mais de US$ 400 bilhões. As despesas de defesa e as despesas domésticas são as principais causas do acréscimo orçamentário.

O acordo para este Orçamento está sendo costurado em cima de negociação e promessas de que republicanos manterão no projeto de lei sobre imigração o Daca, programa que protege cerca de 800 mil jovens da deportação e permite que eles trabalhem e estudem no país. Além disso, democratas são contrários à construção do muro na fronteira com o México.

O presidente Donald Trump e a bancada republicana aceitam manter o Daca, mas querem recursos para a construção do muro, ponto polêmico e que tem forte posicionamento contrário dos democratas.

A extensão do Daca deverá ser votada até 23 de março e é ponto decisivo para o apoio democrata.

Se o acordo para votar o Orçamento não for mantido no plenário hoje, o país poderá viver novamente, a partir de amanhã (9), a segunda paralisação em menos de um mês.

Em janeiro, milhares de funcionários públicos ficaram três dias sem salários, repartições públicas e parques federais, como a Estátua da Liberdade em Nova York, ficaram fechadas ao público pela ausência do Orçamento, não votado justamente por falta de acordo sobre o Daca e a construção do muro na fronteira com o México.

Edição: Graça Adjuto

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212