Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Não faltará verba para metrôs, diz ministério - Jornal Brasil em Folhas
Não faltará verba para metrôs, diz ministério


O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, afirmou nesta quarta-feira (7), que será feita complementação orçamentária para garantir o funcionamento dos metrôs de Recife, Belo Horizonte, Natal, Maceió e João Pessoa, as cinco praças com sistemas operados pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

Conforme mostrou reportagem publicada pelo Estado na quarta-feira, ata de reunião realizada no Recife no último dia 30, assinada por representantes da CBTU nas cinco cidades, afirmava que os metrôs das capitais poderiam passar a funcionar somente em horários de pico e de segunda a sexta-feira, já a partir do próximo dia 5, prejudicando cerca de 600 mil pessoas diariamente.

O motivo é o corte no orçamento deste ano para os cinco sistemas, reduzido de aproximadamente R$ 260 milhões em 2017 para R$ 139,7 milhões este ano. A ata afirma ainda que, por causa do impacto financeiro, os sistemas corriam o risco de serem totalmente paralisados. A ata foi encaminhada pelo presidente interino da CBTU, José Marques de Lima, para o presidente do Conselho de Administração da empresa, Pedro Cunto de Almeida Machado.

Informamos que, segundo o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, houve redução de recursos orçamentários para o metrô durante a tramitação da PLOA no Congresso Nacional. No entanto, o governo providenciará a complementação orçamentária em tempo. Não haverá qualquer risco de interrupção do serviço, afirma nota enviada pelo Ministério do Planejamento.

Impacto. Na reportagem publicada nesta quarta-feira, a CBTU confirmava a possibilidade de impacto na operação dos metrôs, mas disse que não era possível dizer como e quando isso aconteceria. No Ministério das Cidades, a informação, repassada na terça-feira, foi de que o orçamento para o setor havia sido aprovado pelo Congresso Nacional e que não havia, até aquele momento, expectativa de alteração.

No caso de Belo Horizonte o valor necessário para que o sistema opere sem problemas é de R$ 100 milhões, conforme cálculos do presidente do Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais, Romeu José Machado Netos.

Segundo ele, antes do anúncio do ministro, este ano, o total que seria passado seria de R$ 57 milhões. O impacto será nos contratos para limpeza de vagões, máquinas, estações e, ainda, na compra de peças e manutenção das composições, disse o sindicalista na terça-feira. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Últimas Notícias

Goiás Fomento liberou R$ 37 milhões para setor empresarial de Aparecida de Goiânia
Food Garden Flamboyant oferece conteúdo e o melhor da gastronomia
TIM contempla clientes de todo o Brasil com um par de ingressos para cinemas
Goiás quer menos desperdício de dinheiro e mais ações sociais efetivas em parceria com as igrejas, diz Ronaldo Caiado em Catalão
Evolução de Meirelles em pesquisas anima MDB
Lotéricas lutam para continuar recebendo faturas da Enel
Congresso aprova diretrizes orçamentárias para 2019
Senado aprova projeto relatado por Caiado que cria política de assistência a pacientes com doenças raras

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212