Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Acordo encerra disputa de sócios da Usiminas - Jornal Brasil em Folhas
Acordo encerra disputa de sócios da Usiminas


A conciliação da ítalo-argentina Ternium e a japonesa Nippon Steel, as sócias majoritárias da Usiminas, finalmente aconteceu. O acordo foi divulgado nesta quinta-feira (8) à noite por meio de um fato relevante da Usiminas e confirmado pelas partes. Dessa forma, as disputas em torno da gestão da siderúrgica mineira, que se arrastam desde 2014, devem ficar no passado.

O pacto para uma nova governança inclui alternância para a indicação do CEO e do presidente do conselho de administração (Chairman), assim como um novo mecanismo para indicação de outros membros da diretoria da Usiminas, além de um mecanismo que permite deixar o investimento na siderúrgica mineira, que divulga o balanço de 2017 nesta sexta-feira (9).

O direito de indicação do presidente (CEO) e do Chairman passa a ser alternado entre as duas sócias em intervalos de quatro anos, compreendendo dois períodos consecutivos de dois anos cada um, segundo o fato relevante.

Para os quatro anos iniciais, a Ternium terá o direito de indicar o CEO e a Nippon, o presidente do conselho de administração. Inicialmente, num consenso, ambas as sócias pretendem indicar Sergio Leite para CEO da Usiminas (ele já está no cargo) e Ruy Hirschheimer para presidente do conselho de administração, respectivamente.

A diretoria da Usiminas será composta por um total de seis membros, incluindo o CEO e cinco vice-presidentes). Cada uma das sócias indica três membros cada. As indicações vão ser feitas na eleição para diretoria da Usiminas, marcada para maio deste ano.

A Ternium, em nota, confirma o acordo que, conforme a empresa, é vinculante e tem efeito imediato.

A sócia japonesa confirma a informação. Entretanto, a nota oficial sobre o assunto só seria divulgada após o fechamento desta edição em razão do fuso horário japonês.

A briga entre Nippon e Ternium começou em 2014, quando o então presidente, o argentino Julian Eguren, foi destituído e substituído por Rômel de Souza. Desde então, as sócias travam disputas que chegaram na Justiça.

Ações suspensas. Como parte do acordo, Ternium e Nippon darão todos os passos necessários para terminar ou resolver amigavelmente todas as disputas judiciais e administrativas pendentes.


 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212