Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 IPCA desacelera e encerra janeiro com alta de 0,29% - Jornal Brasil em Folhas
IPCA desacelera e encerra janeiro com alta de 0,29%


RIO DE JANEIRO. O fim da cobrança adicional na conta de luz conseguiu compensar a alta no preço dos alimentos e transportes no primeiro mês deste ano. Com isso, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, subiu 0,29% em janeiro, após avançar 0,44% em dezembro, divulgou nessa quinta-feira (8) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa foi a taxa mais baixa para o mês desde o Plano Real, em 1994. No acumulado em 12 meses, o índice subiu 2,86%.

Quase todos os grupos analisados registraram alta em janeiro, com exceção de habitação (-0,85%) e vestuário (-0,98%). A maior variação foi em transporte (+1,1%), impulsionado, principalmente, pelos combustíveis, que variaram 2,58% no mês passado.

A gasolina, com alta de 2,44%, teve o maior impacto individual no indicador. O etanol subiu 3,55%. Apesar disso, o grupo registrou desaceleração na taxa, que em dezembro subiu 1,23%. Isso se deu, principalmente, devido às passagens aéreas, que passaram de alta de 22,28% em dezembro para queda de 1,35% em janeiro.

O grupo educação também teve alta, de 0,22%, devido à volta às aulas, ao reajuste das matrículas e os gastos com material escolar. Os serviços, por sua vez, seguem muito acima da média geral da inflação, mas desaceleraram pelo quarto mês seguido. Passaram de 4,51% em dezembro para 4,3% em janeiro.

Quanto ao comportamento por região, Brasília registrou a menor taxa (-0,15%), sob influência de itens como energia (-5,19%) e gasolina (-1,68%). O maior índice foi em Vitória (0,70%) sobressaindo a gasolina (3,55%) e o tomate (74,68%). A previsão do mercado é de que a inflação fechará 2017 em 3,94%, abaixo da meta de 4,5%, mas dentro do intervalo de tolerância (entre 3% e 6%).

INPC. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), também divulgado nessa quinta-feira (8) pelo IBGE, teve um avanço de 0,23% em janeiro, após alta de 0,26% em dezembro. Com o resultado, o índice acumula elevação de 1,87% em 12 meses. Em janeiro de 2017, o INPC havia sido de 0,42%. O indicador mede variação dos preços para as famílias com renda de um a cinco salários mínimos e chefiadas por assalariados.

Alimentação e bebidas sobem 0,74%

As famílias brasileiras pagaram mais por alimentação em janeiro. O grupo alimentação e bebidas saiu de alta de 0,54% em dezembro para aumento de 0,74% em janeiro, segundo o IBGE. O grupo, que responde por 25% das despesas das famílias, passou de uma contribuição de 0,13 ponto percentual para o IPCA de dezembro para um impacto de 0,18 ponto percentual sobre a inflação de janeiro, atrás apenas da contribuição do grupo transportes (alta de 1,10% e impacto de 0,20 ponto percentual em janeiro). A alimentação no domicílio saiu de aumento de 0,42% em dezembro para alta de 1,12% em janeiro.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212