Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Feb de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Embalado por ritmos latinos, bloco Bésame Mucho sai no Rio e atrai estrangeiros - Jornal Brasil em Folhas
Embalado por ritmos latinos, bloco Bésame Mucho sai no Rio e atrai estrangeiros


Conhecido como a maior festa popular do mundo, o carnaval brasileiro atrai cada vez mais foliões estrangeiros. Uma das evidência é o bloco Bésame Mucho, organizado por latinos que moram no Rio de Janeiro. O desfile pelas ruas de Santa Teresa nesta manhã (11) reúne centenas de foliões.

A música que dá nome ao bloco está entre as tocadas: Bésame Mucho, composta pela mexicana Consuelo Velásquez em 1940. Além dela, há sucessos antigos e recentes, como as canções do grupo cubano Buena Vista Social Club e o badalado Despacito, dos porto-riquenhos Luis Fonsi e Daddy Yankee. O desfile também reserva momentos para as marchinhas.

Tocamos músicas de toda a América Latina, incluindo do Brasil. Tem canções, por exemplo, que vocês acham que são brasileiras, mas são originárias de outros países latino-americanos. Composições das décadas de 1940 ou de 1930, do Peru, de Cuba, do México, que anos depois foram traduzidas para o português, conta a uruguaia Lorena Granja. Professora em ciência política na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), ela é porta-estandarte do bloco.

O Bésame Mucho surgiu em 2012 e faz este ano o sexto desfile. Além dos latino-americanos, a banda responsável por comandar a trilha sonora do cortejo também conta com a participação de alguns brasileiros e estrangeiros de fora da América Latina.

Alguns foliões se inspiram na proposta do bloco para produzir suas fantasias. É o caso da publicitária Amanda Medeiros, que representou a artista mexicana Frida Kahlo. [É] um bloco pequeno que toca músicas boas, disse a foliã para justificar sua preferência pelo Bésame Mucho.

A professora de espanhol Carolina Fernandes, que também marcou presença, explicou que sua fantasia trazia elementos da cultura espanhola e dos países latinos. Ela aprova as misturas culturais promovidas pelo bloco. Eu vim pela latinidade, pela mescla de ritmos latinos. Rumba, samba, tudo junto e misturado no Rio.

Edição: Talita Cavalcante

 

Últimas Notícias

Superintendente da Caixa, Marise Fernandes, recebe Título de Cidadã Goiana
Iris Rezende: “Marconi deixou sua marca em todas as áreas administrativas”
Bolsa Universitária: abertas novas inscrições para 10 mil bolsas
Torcidas de Goiás e Vila se mobilizam para a doação de sangue
800 vigilantes penitenciários concluem curso e vão reforçar segurança em presídios
Governo de Goiás entrega mais um colégio de alto padrão no Entorno do DF
Goiás terá 10 mil agentes de saúde formados em técnico em enfermagem
Dois chefs de cozinha representam Goiás na disputa pela maior premiação da gastronomia brasileira

MAIS NOTICIAS

 

Ministro diz que Brasil mantém portas abertas para receber refugiados
 
 
Aprovação da reforma da Previdência é prioridade número um, diz Meirelles
 
 
Conselhos aprovam intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro
 
 
Eunício determina que todas as PECs parem de tramitar no Senado
 
 
Maia anuncia criação de observatório para acompanhar ações de intervenção no RJ
 
 
Marun diz que não há como votar reforma da Previdência durante intervenção

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212